Esporte e educação não-formal no contexto do Programa Abrindo Espaços da UNESCO

Eduard Angelo Bendrath

Resumo


A adoção de medidas que visam contribuir para a aproximação entre Escola e Comunidade passaram a ser uma das grandes apostas da UNESCO para a melhoria da qualidade da educação e redução da violência entre jovens no Brasil. Nesse sentido o Programa Abrindo Espaços, matriz pedagógica conceitual da organização, propõe a abertura das escolas públicas aos finais de semana, oferecendo à comunidade acesso a projetos baseados no modelo de educação não-formal, sendo o esporte um eixo fundamental nessa ação. Esse texto visa, portanto, discutir os conceitos teóricos relativos à implantação dessa política pública, identificando os marcos de aproximação entre esporte e educação não-formal na proposta da UNESCO.


Palavras-chave


Educação Física; Esporte; Lazer

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2012v24n38p123



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA