A área de Educação Física/Ciências do Esporte na era do capitalismo artista ou transestético

Alan Camargo Silva, Sílvia Maria Agatti Lüdorf

Resumo


A presente resenha se refere ao livro “A estetização do mundo: viver na era do capitalismo artista” de Gilles Lipovetsky e Jean Serroy, publicado em 2015 pela editora Companhia das Letras. As análises críticas e instigantes sobre as lógicas que enredam as relações entre a estética e o mundo no contexto capitalista atual contribuem sobremaneira para reflexões acerca da mediação da Educação Física/Ciências do esporte com as práticas corporais. O impacto do capitalismo artista ou transestético nos modos de viver contemporâneo, delineado cuidadosamente pelos autores, faz pensar nas múltiplas e pulverizadas formas individualistas e hedonistas de cuidar de si, realidade esta ainda relevante nas discussões em torno do cenário acadêmico-profissional da área.


Palavras-chave


Educação Física e treinamento; Práticas corporais; Estética; Capitalismo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2017v29nespp218



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA