Produção científica e contribuições do grupo de estudos e pesquisa em políticas públicas e lazer (GEP3L) da Unicamp

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2021e78707

Palavras-chave:

Políticas públicas, Lazer, Esportes, Pesquisa

Resumo

O objetivo deste artigo foi descrever e analisar o processo de desenvolvimento e a produção do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Públicas e Lazer (GEP3L), da Faculdade de Educação Física (FEF), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Para tanto, analisamos dissertações, teses e artigos produzidos pelo GEP3L entre os anos de 2004 e maio de 2021, que indicaram uma pluralidade teórica e interdisciplinaridade metodológica no conjunto das pesquisas, assim como recortes críticos que tematizam as políticas públicas de lazer e esporte na conjuntura nacional e nos estados e municípios. Em seu tempo de existência, o GEP3L articulou produções teóricas e ações de extensão, e formou mestres e doutores que atuam em diversas instituições e níveis de ensino, na gestão pública e privada de distintas regiões do país. Mais recentemente, o grupo galgou consolidar colaborações internacionais que enriquecem a atuação científica acerca de políticas públicas de lazer e esporte.

Biografia do Autor

Silvia Cristina Franco Amaral, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas

Professora do Programa de Pós-graduação em Educação Física da Faculdade de Educação Física da UNICAMP

Bruno Modesto Silvestre , Universidade de Pernambuco

Mestre em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas

Professor Assistente na Escola Superior de Educação Física da Universidade de Pernambuco (ESEF/UPE)

Marília Martins Bandeira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas

Professora adjunta da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) 

Dirceu Santos Silva, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Doutor em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas

Professor do programa de pós-graduação em educação da Faculdade de Educação da UFMS

Referências

AMARAL, Silvia Cristina Franco. Políticas públicas de lazer e participação cidadã: entendendo o caso de Porto Alegre. 192 f. Tese (Doutorado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2003.

AMARAL, Silvia Cristina Franco; COSTA, Eduardo Tadeu. Possibilidades de matricialidade na administração pública do lazer. Movimento (ESEFID/UFRGS), v. 18, p. 205-220, abr. 2012. Doi: https://doi.org/10.22456/1982-8918.19220

AMARAL, Silvia Cristina Franco; PEREIRA, Ana Paula Cunha. Reflexões sobre a produção em políticas públicas de Educação Física, Esporte e Lazer. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 31, p. 41-57, 2009.

AMARAL, Silvia Cristina Franco; RIBEIRO, Olivia Cristina Ferreira; SILVA, Dirceu Santos. Produção Científico-acadêmica em políticas públicas de esporte e lazer no Brasil. Motrivivência, v. 26, p. 27-40, 2014. Doi: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n42p27.

AMARAL, Silvia Cristina Franco; SILVA, Dirceu Santos; SANTOS, Marcel Ivan dos; VARGAS, Gabriel Rocha. A sociedade civil e os conflitos na construção dos megaeventos esportivos no Brasil. Sociedade e Estado, v. 29, n. 2, p. 637-660, aug. 2014. Doi: https://doi.org/10.1590/S0102-9922014000200015

BANDEIRA, Marília Martins. Políticas públicas para o lazer de aventura: entre esporte e turismo, fomento e controle do risco. 233 f. Tese (Doutorado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2016.

BANDEIRA, Marília Martins; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Definições oficiais para esportes de aventura e esportes radicais no Brasil. Caderno de Educação Física e Esporte, v. 18, p. 1-7, 2020.

BASTOS, Alexandre Soares. Os megaeventos esportivos na revista Piauí. 138 f. Dissertação (Mestrado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2016.

BOSCHETTI, Ivanete. Avaliação de políticas, programas e projetos sociais. Serviço Social: Direitos Sociais e Competências Profissionais. Brasília: CFESS, ABEPSS, 2009.

CAMPOS, Priscila Augusta Ferreira. As formas de uso e apropriação do estádio Mineirão após a reforma.313 f. Tese (Doutorado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2016.

CAMPOS, Priscila Augusta Ferreira; AMARAL, Silvia Cristina Franco. A copa do mundo de futebol de 2014 e o (novo) Mineirão. Rua (UNICAMP), v. 19, p. 40-56, 2013. Doi: https://doi.org/10.20396/rua.v19i1.8638233

CAVALCANTI, Kátia Brandão. Esporte para Todos: um discurso ideológico. SR IBRASA, 1984.

COSTA, Eduardo Tadeu. Na rede, pelo lado de fora? Gestão matricial e políticas públicas de lazer na cidade de Santo André. 129 f. Dissertação (Mestrado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2008.

FREY, Klaus. Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões referentes prática da análise de políticas públicas no Brasil. Planejamento e políticas públicas, n. 21, p.211-259, jun. 2000.

HALL, Peter A.; TAYLOR, Rosemary C.R. As três versões do neoinstitucionalismo. Revista Lua Nova, v.1 n.58, p. 193-233, 2003. Doi: https://doi.org/10.1590/S0102-64452003000100010

KUSCHNIR, Karina. Antropologia e Política. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.22, n.64, p. 163-167, jun. 2007. Doi: https://doi.org/10.1590/S0102-69092007000200014

LIMA, Rafaela Peres Alves de. Lazer e educação física na primeira metade do século XX: um estudo de afinidades eletivas. 140 f. Dissertação (Mestrado e educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2017.

LINHALES, Meily Assbú. A. Trajetória política do esporte no Brasil: interesses envolvidos, setores excluídos. Belo Horizonte: UFMG, 1996. (Dissertação, Mestrado em Ciência Política).

MARCASSA, Luciana Pedrosa. A invenção do lazer: educação, cultura e tempo livre na cidade de São Paulo (1888-1935). 213 f. Dissertação (Mestrado em educação brasileira) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás.Goiânia:2002.

MIRANDA, Ana Paula; OLIVEIRA, Marcella Beraldo de; PAES, Vívian Ferreira. Antropologia e Políticas Públicas: Notas sobre a avaliação do trabalho policial. Cuadernos de Antropología Social, n. 25, p.51-70, 2007.

NAKAMOTO, Henrique Okajima. O. Significados do taikô no Instituto Cultural Nipo Brasileiro de Campinas.173 f. Dissertação (Mestrado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2010.

NUNES JUNIOR, Paulo Cezar. Espaço para o tempo livre: considerações sobre lazer e apropriação do espaço urbano no Parque do Ibirapuera. 87 f. Dissertação (Mestrado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2009.

NUNES JUNIOR, Paulo Cezar; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Entre a marquise e a pista central: Espaço para o tempo livre no Parque do Ibirapuera. Movimento (ESEFID/UFRGS), v. 16, p. 249-266, 2010. Doi: https://doi.org/10.22456/1982-8918.8017

PAES, Viviane Ribeiro. Jogos Olímpicos de 2016 e as políticas públicas de esporte educacional do estado de São Paulo.140 f. Dissertação (Mestrado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2014.

PAES, Viviane Ribeiro; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Políticas públicas de Esporte Educacional em São Paulo: impactos dos Jogos Olímpicos de 2016. Movimento (ESEFID/UFRGS), p. 715-728, jun. 2017. Doi: https://doi.org/10.22456/1982-8918.71006

PEREIRA, Ana Paula Cunha. O lazer e a residência secundária em Angra dos Reis-RJ.199 f. Tese (Doutorado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2012.

PIERSON, Paul. Retornos crescentes, dependência da trajetória (path dependence) e o estudo da política. Ideias, v. 6, n. 2, 2015.

PIZANI, Rafael Stein. Recreação, lazer e educação física na cidade de Campinas:um olhar acerca dos parques e recantos infantis (1940-1960).127 f. Dissertação (Mestrado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2012.

RIBEIRO, Olivia Cristina Ferreira. Um estudo das políticas públicas de lazer de Brotas-SP.156 f. Tese (Doutorado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2012.

RIBEIRO, Olivia Cristina Ferreira; AMARAL, Silvia Cristina Franco. “O clube da Rhodia e os moradores da Vila Holândia – Campinas-SP”. Pensar a Prática, v. 17, n. 3. set. 2014. Doi: https://doi.org/10.5216/rpp.v17i3.26168

RIBEIRO, Olivia Cristina Ferreira; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Entre o Lazer Esportivo Participativo e Ambiental e o Lazer Turísmo – As Políticas Públicas de Lazer em Brotas/SP. Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, p. 63-74, dez. 2015. Doi: https://doi.org/10.22456/1982-8918.52291

RIBEIRO, Olivia Cristina Ferreira; AMARAL, Silvia Cristina Franco; SILVA, Dirceu Santos. Fragmentação e interstorialidade nas políticas públicas de lazer. Revista Brasileira de Estudos do Lazer, v. 1, p. 85-98, 2014.

RUA, Maria das Graças. Análise de políticas públicas: conceitos básicos. In: RUA, M. das G., CARVALHO, M. I. (Org.). O Estudo da Política: Tópicos Selecionados. Brasília: Paralelo 15, 1998.

SANTOS, Flavia Cruz dos. Procurando o lazer no constituinte: sua inclusão como direito social na Constituição de 1988. 177 f. Dissertação (Mestrado emeducação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2011.

SANTOS, Flavia Cruz dos; NAKAMOTO, Henrique Okajima; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Uma história da Vila Holândia por meio dos divertimentos de seus moradores. Licere - Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer, v.17, n.2, n.124-146, 2014. Doi: https://doi.org/10.35699/1981-3171.2014.851

SANTOS, Flavia Cruz dos; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Sobre Lazer e Políticas Sociais: questões teórico-conceituais. Pensar a Prática (UFG. Impresso), v. 13, p. 1-13, 2010. Doi: https://doi.org/10.5216/rpp.v13i3.10175

SILVA, Dirceu Santos. Copa do Mundo da Fifa 2014 veio ao Brasil: a gestão do estado de São Paulo como sede. 197 f. Tese (Doutorado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2016.

SILVA, Dirceu Santos; BORGES, Carlos Nazareno Ferreira; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Gestão das políticas públicas do Ministério do Esporte do Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 29, n. 1, p. 65-79, mar. 2015. Doi: https://doi.org/10.1590/1807-5092015000100065

SILVA, Dirceu Santos; SILVESTRE, Bruno Modesto; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Assessing the Timemania Lottery as a sports public policy. Journal of Physical Education, v. 31, n. 1, p. e-3131, 4 apr. 2020. Doi: https://doi.org/10.4025/jphyseduc.v31i1.3131

SILVESTRE, Bruno Modesto. Precários no trabalho e no lazer: um estudo sobre os professores da rede estadual paulista. 140 f. Dissertação (Mestrado em educação física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2016.

SILVESTRE, Bruno Modesto; AMARAL, Silvia Cristina Franco. Precários no Trabalho e no Lazer: um estudo sobre os professores da Rede Estadual Paulista. Movimento (ESEFID/UFRGS), p. e25014, abr. 2019. Doi: https://doi.org/10.22456/1982-8918.86965

VERONEZ, Luis Fernando Camargo. Quando o Estado joga a favor do privado: as políticas de esporte após a Constituição Federal de 1988. 386 f. Tese (Doutorado em Educação Física)

WERNECK, Christianne Luce Gomes. Significados de lazer e recreação no Brasil: reflexões a partir da análise de experiências institucionais (1926-1964). 322 f. Tese (Doutorado em educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte: 2003.

Downloads

Publicado

2021-06-02

Edição

Seção

Seção Temática