Trabalhadores e Segunda Guerra Mundial: debates introdutórios para um dossiê

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2019.e70508

Palavras-chave:

Segunda Guerra Mundial, Trabalhadores, Debates

Resumo

Apresentação

Biografia do Autor

Alexandre Fortes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Doutor em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor Associado da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Bolsista de Produtividade do CNPq e Cientista do Nosso Estado FAPERJ.

Felipe Ribeiro, Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

Doutor em História, Política e Bens Culturais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Professor Adjunto da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Referências

ABREU, Marcelo de Paiva. The Brazilian Economy, 1930-1980. In: BETHELL, Leslie (ed.). The Cambridge History of Latin America. Cambridge: Cambridge University Press, 2008. p. 281-394.

ABREU, Marcelo de Paiva. The Brazilian Economy, 1930-1980. In: BETHELL, Leslie (ed.). The Cambridge History of Latin America. Cambridge: Cambridge University Press, 2008.

ALEM, Silvio Frank. Os Trabalhadores e a “Redemocratização”: (estudo sobre o estado, partidos e a participação dos trabalhadores assalariados urbanos na conjuntura da guerra e do pós-guerra imediato) 1942-1948. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1981.

ALEXANDER, Peter. South African and US Labour in the Era of World War II: Similar Trends and Underlying Differences. In: HALPERN, Rick; MORRIS, Jonathan (ed.) American Exceptionalism?: US Working-Class Formation in an International Context. New York: St. Martin's Press, 1997. p. 244-270.

ANDERSON, Benedict. Comunidades Imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

ANDERSON, Perry. The Common and the Particular. International Labor and Working-Class History, v. 36, p. 31-36, fall.1989.

BARNES, Steven All for the Front, All for Victory! The Mobilization of Forced Labor in the Soviet Union during World War Two. International Labor and Working-Class History, v. 58, p. 239-260, oct. 2000.

CAMARGO, Aspásia; GOÉS, Walter de. Meio século de combate: dialogo com Cordeiro de Farias. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.

CENTENO, Miguel. Blood and debt: war and the nation-state in Latin America. Pennsylvania: Pennsylvania State University Press, 2002.

COSTA, Hélio da. Em busca da memória. São Paulo: Scritta, 1995.

DINIUS, Oliver. Brazil's steel city: developmentalism, strategic power, and industrial relations in Volta Redonda, 1941-1964. Stanford: Stanford University Press, 2010.

DINIUS, Oliver. Brazil's steel city: developmentalism, strategic power, and industrial relations in Volta Redonda, 1941-1964. Stanford: Stanford University Press, 2010.

ELEY, Geoff. Forjando a democracia: a história da esquerda na Europa, 1850-2000. São Paulo: Editora

Fundação Perseu Abramo, 2005.

ELEY, Geoff. War and the Twentieth-Century State. Dædalus, v. 124, n.2, p. 155-174, spring.1995.

FALCÃO, João. O Brasil e a Segunda Guerra Mundial: testemunho e depoimento de um soldado convocado. Brasília: Editora UnB, 1998.

FALCÃO, João. O Brasil e a Segunda Guerra Mundial: testemunho e depoimento de um soldado convocado. Brasília: Editora UnB, 1998.

FONTES, Paulo. Um Nordeste em São Paulo: trabalhadores migrantes em São Miguel Paulista (1945-66). Rio de Janeiro: Editora FGV, 2008.

FORTES, Alexandre. Do reformismo tecnocrático ao nacionalismo de massas: a Segunda Guerra Mundial e a Emergência do trabalhismo brasileiro. FERRERAS, Norberto (ed.). A questão nacional e as tradições nacional-estatistas no Brasil, América Latina e África. Rio de Janeiro: Editora FGV, FAPERJ, 2015. p. 67-88.

FORTES, Alexandre. Nós do quarto distrito: A classe trabalhadora porto-alegrense e a Era Vargas. Rio de Janeiro/Caxias do Sul: Garamond Universitária/EDUCS, 2004.

FORTES, Alexandre. Os impactos da Segunda Guerra Mundial e a regulação das relações de trabalho no Brasil. Nuevo Mundo Mundos Nuevos, 27 jan. 2014.

FORTES, Alexandre. World War II and brazilian workers: populism at the intersections between national and global histories. International Review of Social History, v. 62, Special Issue S25, p. 165-190, dec. 2017.

GALBRAITH, John Keneth. A era da incerteza. São Paulo: Pioneira, 1980.

GARFIELD, Seth. A Amazônia no imaginário norte-americano em tempo de guerra. Revista Brasileira de História, v.29, n.57, p.19-65, 2009.

GRUBER, Helmut. Editors' Remarks. International Labor and Working-Class History, n.38, p.1-2. fall.1990.

HERBERT, Ulrich. Forced Laborers in the Third Reich: An Overview. International Labor and Working-Class History, v.58, p.192-218, oct.2000.

HERMAN, Rebecca. In Defense of Sovereignty: Labor, Crime, Sex and Nation at U.S. Military Bases in Latin America, 1940-1947. PhD (History) – University of California, Berkeley, 2014.

HILTON, Stanley. Suástica sobre o Brasil: a história da espionagem alemã no Brasil, 1939-1944. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.

HOBSBAWM, Eric. A era das revoluções: Europa 1789-1848. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX, 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

IANNI, Otávio. Estado e planejamento econômico no Brasil. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2009.

International Labor and Working-Class History, n.38, fall.1990. [dossier] The Working Class in World War II.

International Labor and Working-Class History, v. 58, oct. 2000. [dossier] Wartime Economies and the Mobilization of Labor.

LICHTENSTEIN, Nelson. Class Politics and the State during World War Two. International Labor and Working-Class History, v. 58, p. 261-274, oct. 2000.

LOPES, José Sérgio Leite. A tecelagem dos conflitos de classe na “cidade das chaminés”. São Paulo: Marco Zero, 1988.

LUCASSEN, Leo. The Great War as motor of social change. Disponível em: https://socialhistory.org/en/collections/first-world-war. Acesso em: 13 mar. 2019.

MARANHÃO, Ricardo. Sindicatos e Democratização (Brasil 1945/1950). São Paulo: Editora Brasiliense, 1979.

MARTINS, Eloy. Um depoimento político. Porto Alegre: edição do autor, 1989.

MCCANN, Frank. Brazil and World War II: the Forgotten Ally. What did you do in the war, Zé Carioca?. Estudios interdisciplinarios de America Latina y el Caribe, v.6, n.2, p.35, jan.1995.

MCCANN, Frank. Brazil and World War II: the Forgotten Ally. What did you do in the war, Zé Carioca?. Estudios interdisciplinarios de America Latina y el Caribe, v.6, n.2, p.36, jan.1995.

MCCANN, Frank. The Brazilian-American alliance, 1937-1945. Princeton: Princeton University Press, 1974.

MIDDLEBROOK, Kevin J. The paradox of revolution: labor, the state, and authoritarianism in Mexico. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 1995.

PAOLI, Maria Célia. O trabalhador urbano na fala dos outros. In: LOPES, José Sérgio Leite (ed.). Cultura e Identidade Operária. Rio de Janeiro: Museu Nacional/Marco Zero, 1987.

PARANHOS, Adalberto. O roubo da fala: origens da ideologia do trabalhismo no Brasil. São Paulo: Boitempo, 1999.

PAVILACK, Jody. Mining for the nation: the politics of Chile's coal communities from the Popular Front to the Cold War. Pennsylvania: Pennsylvania State University Press, 2011.

PAZ, Adalberto. Os mineiros da floresta: sociedade e trabalho em uma fronteira de mineração industrial amazônica (1943-1964). Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

PERAZZO, Priscila. Prisioneiros da guerra: os "Súditos do eixo" nos campos de concentração brasileiros (1942-1945). São Paulo, Humanitas/Imprensa Oficial, 2009.

POLANYI, Karl. The great transformation: the political and economic origins of our time. Boston: Beacon Press, 2001.

PUREZA, Fernando. Economia de guerra, batalha da produção e soldados-operários: o impacto da Segunda Guerra Mundial na vida dos trabalhadores de Porto Alegre (1942-1945). Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

RAMALHO, José Ricardo. Estado-patrão e luta operária: o caso FNM. São Paulo: Paz e Terra, 1989.

RIBEIRO, Felipe. A foice, o martelo e outras ferramentas de ação política: os trabalhadores rurais e têxteis de Magé/RJ (1956-1973). Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) – Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2015.

SALLES, Ricardo. Guerra do Paraguai: escravidão e cidadania na formação do Exército. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

SECRETO, María Verónica. Soldados da borracha: trabalhadores entre o sertão e a Amazônia no governo Vargas. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2007.

SEITENFUS, Ricardo. O Brasil de Getúlio Vargas e a formação dos blocos, 1930-1942: o processo do envolvimento brasileiro na II Guerra Mundial. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1985.

SEITENFUS, Ricardo. O Brasil vai a guerra: o processo do envolvimento brasileiro na segunda guerra mundial. Barueri: Manole, 2003.

SKOCPOL, Theda. Protecting soldiers and mothers: the political origins of social policy in the United States. Cambridge: Harvard University Press, 1992.

SMITH, Donald. Beyond The Bridge on the River Kwai: Labor Mobilization in the Greater East Asia Co-prosperity Sphere. International Labor and Working-Class History, v. 58, p.219-238, oct. 2000.

TORRE, Juan Carlos (1990). La vieja guardia sindical y Perón: sobre los orígenes del peronismo. Buenos Aires: Editorial Sudamericana, Instituto Torcuato di Tella, 2006.

VIZENTINI, Paulo. Relações internacionais do Brasil: de Vargas a Lula. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2003.

WEFFORT, Francisco. Origens do sindicalismo populista no Brasil (a conjuntura do após-guerra). Estudos Cebrap, n. 4, 1973.

WOLFE, Joel. Working women, working men: São Paulo and the rise of Brazil's industrial working class, 1900-1955. Durham: Duke University Press, 1993.

Downloads

Publicado

2019-12-17

Edição

Seção

Dossiê 2019.1 - "Trabalhadores e Segunda Guerra Mundial"