Formando historiadores na era digital: concepções e ferramentas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2021.e80880

Resumo

Este artigo aborda os desafios de renovação do processo de formação de profissionais de História num contexto global crescentemente marcado pela onipresença das tecnologias de informação em todas as dimensões da vida social. Analisamos experiências pedagógicas que temos desenvolvido recentemente, fortemente inspiradas pelas reflexões teórico-metodológicas do historiador norte-americano T. Mills Kelly. Destacamos a necessária relação entre, de um lado, uma abordagem crítica em relação ao poder das grandes corporações tecnológicas no mundo contemporâneo e, de outro, a apropriação de ferramentas computacionais que ajudem a viabilizar projetos contra-hegemônicos no campo da História.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Fortes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Doutor em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor Associado do Departamento de História do Instituto Multidisciplinar da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Atua nos programas de pós-graduação em História e em Humanidades Digitais da mesma instituição, ambos com apoio do PROAP-CAPES. Bolsista de Produtividade do CNPq e Cientista do Nosso Estado (FAPERJ).

Referências

AQUINO, Israel. As Digital Humanities como uma comunidade de práticas: Entrevista com o professor Daniel Alves (IHC/NOVA FCSH). v. 12, n. 26, p. 22, 2020.

BRASIL, Eric; NASCIMENTO, Leonardo Fernandes. História digital: Reflexões a partir da hemeroteca digital brasileira e do uso de CAQDAS na reelaboração da pesquisa histórica. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 33, n. 69, p. 196–219, 2020.

FORTES, Alexandre; ALVIM, Leandro Guimarães Marques. Evidências, códigos e classificações: o ofício do historiador e o mundo digital. Esboços: histórias em contextos globais, v. 27, n. 45, p. 207–227, 2020.

GLASER, Barney G. More grounded theory methodology: a reader. Mill Valley, CA: Sociology Press, 1994.

GLASER, Barney G.; STRAUSS, Anselm L. The discovery of grounded theory: strategies for qualitative research. Chicago: Aldine Pub. Co, 1967. (Observations).

HENRIQUES, Samuel de Almeida. Dom Adriano e ensino de história para os direitos humanos: um mapa digital sobre locais de memória e resistência à Ditadura em Nova Iguaçu. 2020. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-Graduação em Ensino de História) – Curso de Mestrado Profissional em Rede Nacional, ProfHistória, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo, 2020.

KELLY, T M. Teaching History in the Digital Age. Ann Arbor: University of Michigan Press, 2013.

LARIVIÈRE, Vincent; HAUSTEIN, Stefanie; MONGEON, Philippe. The oligopoly of academic publishers in the digital era. PLOS ONE, v. 10, n. 6, p. e0127502, 2015.

MATEUS, João Mascarenhas; VEIGA, Ivo. Portugal builds: Uma plataforma digital para a história da construção em Portugal nos séculos XIX e XX. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 33, n. 69, p. 88–110, 2020.

NOIRET, Serge. História Pública Digital │ Digital Public History. Liinc em Revista, v. 11, n. 1, 2015. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3634. Acesso em: 20 abr. 2021.

REES, Yves; HUF, Ben. Training historians in urgent times. History Australia, 2020.

RIBEIRO, Felipe Augusto Dos Santos; SALES, Jean Rodrigues; NASCIMENTO, Alvaro Pereira Do; et al. Explorando os potenciais da história digital: A experiência do Centro de Documentação e Imagem da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - Campus de Nova Iguaçu. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 33, n. 69, p. 152–172, 2020.

RONDINI, Carina Alexandra; PEDRO, Ketilin Mayra; DUARTE, Cláudia dos Santos. Pandemia do COVID-19 e o ensino remoto emergencial: Mudanças na práxis docente. Interfaces Científicas - Educação, v. 10, n. 1, p. 41–57, 2020.

SAGIROGLU, Seref; SINANC, Duygu. Big data: A review. In: SMARI, Waleed W. (org.). International Conference on Collaboration Technologies and Systems (CTS 2013): San Diego, California, USA, 20 - 24 May 2013. Piscataway, NJ: IEEE, 2013, p. 42–47.

SCHOLARLY COMMONS. LibGuides: Qualitative Data Analysis Software: Free Software. Disponível em: https://guides.library.illinois.edu/c.php?g=348074&p=2346107. Acesso em: 20 abr. 2021.

TENE, Omer; POLONETSKY, Jules. Big data for all: Privacy and user control in the age of analytics. Northwestern Journal of Technology and Intellectual Property, v. 11, n. 5, p. 38, 2013.

Biggest companies in the world by market cap 2020. Statista. Disponível em: https://www.statista.com/statistics/263264/top-companies-in-the-world-by-market-capitalization/. Acesso em: 20 abr. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-15

Como Citar

FORTES, . Formando historiadores na era digital: concepções e ferramentas. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 13, p. 1–13, 2021. DOI: 10.5007/1984-9222.2021.e80880. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/80880. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Debates