Sucesso escolar: representações sociais de universitários de baixa renda vinculados a cursos de alta seletividade

Laeda Bezerra Machado, Williany Fênix de Souza Silva

Resumo


O artigo identifica as representações sociais de sucesso escolar de estudantes provenientes de escolas públicas, matriculados em cursos de alta seletividade da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A pesquisa envolveu quatro estudantes vinculados aos cursos de Medicina, Engenharia Civil, Direito e Engenharia de Automação. Para a coleta de dados, utilizamos uma entrevista narrativa, por meio da qual obtivemos informações relativas à trajetória escolar dos investigados. Analisamos os dados utilizando a técnica de Análise de Conteúdo. Os resultados indicam representações sociais de sucesso escolar construídas com base no mérito próprio, intermediadas pela escola pública. O sucesso escolar não se reduz a resultados, mas se articula ao contexto e/ou às condições que o propiciam.


Palavras-chave


Sucesso Escolar; Representações Sociais; Estudantes

Texto completo:

PDFA

Referências


BARBOSA, M.L. de O. Ensaio Bibliográfico As Profissões no Brasil e sua Sociologia. DADOS Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, Vol. 46, n° 3, 2003, pp. 593 a 607.

BRASIL, Lei Nº 9.394/96 de 20 de dezembro 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

CARNEIRO, M. A. B.. A educação infantil, as políticas públicas e o Banco Mundial. PUC viva Revista, São Paulo, n.21, p. 67-79, 2004.

CARVALHO, A. M. J. Compreendendo o inusitado: o processo educativo de um aluno que conseguiu concluir o 1 ciclo do ensino fundamental obtendo sucesso escolar quando a previsão era de fracasso. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. 2006.

CHARLOT, B. Sucesso e fracasso escolar: visões e proposições. In:____. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

COSTA, C. M. O. Sucesso escolar de jovens egressos da escola pública: do ensino médio para o superior. Dissertação (Mestrado em Educação) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. 2013.

CURY, C. R. J. Direito à educação: direito à igualdade, direito à diferença. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 116, p. 245-262, jul. 2002.

JODELET, D. Representação sociais um domínio em expansão. (2001) In: ______ As representações sociais. Tradução: Lilian Ulup. Rio de Janeiro: EDUERJ. 2001. p. 17-44.

JOSSO, M. C. A transformação de si a partir das histórias de vida. Educação. 2007. Porto Alegre/RS, n 3, p. 413-438.

JOVCHELOVITCH, S. Representações Sociais: Para uma fenomenologia dos saberes sociais – Psicologia & Sociedade 10(1) jan./jun.1998. p.54-68.

LAHIRE, B. Sucesso escolar nos meios populares: as razões do improvável. São Paulo: Ática, 1997.

MARTINNI, M. L.; DEL PRETTE, Z. A. P. Atribuições de causalidade para o sucesso e o fracasso escolar dos seus alunos por professoras do ensino fundamental. Interação em Psicologia, v. 2, n. 6, p. 149-156, 2002.

MOSCOVICI, S. A representação social da psicanálise. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar. 1978. 291p.

MOSCOVICI, S. Representações Sociais: investigações em psicologia social. Trad. Pedrinho A. Guareschi. 7ª Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

NOGUEIRA, M. A. Favorecimento econômico e excelência escolar. Revista Brasileira de Educação. 2004. n 26, p 133 – 184

SAAVEDRA, L. Alunas da classe trabalhadora: sucesso acadêmico e discurso de regulação. Psicologia Reflexão e Crítica, v. 2, n. 17, p. 267-276, 2004.

SZYMANSKI, H. (Org.). A entrevista na pesquisa em educação: a prática reflexiva. Brasília: Líber Livro Editora, 2004.

TRAD, M, F. O sucesso escolar de alunos dos meios populares na década de 60, no Colégio Estadual de Minas Gerais: reconstruindo as suas trajetórias. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais. 2009.

TASSONI, E. C. M. As experiências de sucesso na aprendizagem e suas relações com a permanência na escola. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, 16(1): 57-64, jan./jun., 2011.

VIANA, M. J. B. Longevidade escolar em famílias de camadas populares: algumas condições de possibilidade. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Minas Gerais, 1998.

ZAGO, N. Quando os dados contrariam as previsões estatísticas: os casos de êxito escolar nas camadas socialmente desfavorecidas. Revista Paidéia, FFCLRP-USP, Rib. Preto, v. 10, n. 18, p. 70-80. jan/julho 2000.

ZAGO, N. Prolongamento da escolarização nos meios populares e as novas formas de desigualdades educacionais. In: Paixão, Lea P.; ZAGO, Nadir. (Org.). Sociologia da Educação. Pesquisa e realidade brasileira. 1ed. Petrópolis: Vozes, 2007, v. 01, p. 128-153




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2019.e50046



Direitos autorais 2019 LAEDA BEZERRA MACHADO, WILLIANY FÊNIX DE SOUZA SILVA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.