Tradução da utopia Mércio, de Kurt Schwitters

Autores

  • Maria Aparecida Barbosa Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2014v3nespp82

Palavras-chave:

Mércio, Literatura, Artes plásticas, Música, Teatro

Resumo

Na arte literária de Kurt Schwitters, a composição surge a partir de junção de materiais anteriormente usados, que são então descontextualizados. À medida que se encontram noutro contexto se ressignificam pelo acento da sonoridade em detrimento da semântica. A reflexão recorre nas reiteradas referências de Schwitters à sua original escolha de materiais reaproveitáveis reutilizados em criações artísticas plásticas. A partir dessas observações preliminares, que introduzem um projeto mais amplo de estudo da literatura de Schwitters, expresso neste artigo minha leitura de tradutora.

Biografia do Autor

Maria Aparecida Barbosa, Universidade Federal de Santa Catarina

Formação em Comunicação Social (Jornalismo), Universidade Federal de Minas Gerais. Mestrado em Literatura, Universidade Federal de Santa Catarina. Doutorado em Literatura, Universidade Federal de Santa Catarina. Pós-Doutorado em Teoria Literária, Universidade de Münster, Alemanha. Professora Adjunta do Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. E-mail:

aparecidabarbosaheidermann@gmail.com

Downloads

Publicado

2014-10-30