Levando água à ebulição à temperatura ambiente?

Autores

  • Francisco Catelli Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática Universidade de Caxias do Sul
  • Rodrigo Barbieri Laboratório de Física Universidade de Caxias do Sul
  • Vânia Schneider Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática ISAM – Instituto de Saneamento Ambiental Universidade de Caxias do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2014v31n3p677

Resumo

É apresentado um procedimento experimental, de custo reduzido, no qual a ebulição da água à temperatura ambiente é evidenciada. Este procedimento envolve a introdução de água no interior de uma lâmpada fluorescente fora de uso, por meio de técnicas já descritas na literatura, e retomadas neste trabalho. Além da observação da ebulição à temperatura ambiente, a determinação da pressão interna de lâmpadas fluorescentes pode ser obtida experimentalmente de maneira consistente, através do uso de água de torneira posta previamente em ebulição, o que leva à eliminação das impurezas gasosas nela dissolvidas; é sugerida também uma técnica para tornar mais acurada a determinação do volume livre de água da lâmpada. Alguns cuidados para reduzir a níveis mínimos a contaminação por ocasião da execução deste procedimento em ambiente escolar são descritos.

Biografia do Autor

Francisco Catelli, Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática Universidade de Caxias do Sul

Rodrigo Barbieri, Laboratório de Física Universidade de Caxias do Sul

Vânia Schneider, Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática ISAM – Instituto de Saneamento Ambiental Universidade de Caxias do Sul

Downloads

Publicado

2014-07-23

Edição

Seção

Atividades experimentais no ensino de Física