Gestações na adolescência: multiplicidade de experiências em uma unidade básica de saúde de Santa Maria/RS

Naiana Dapieve Patias, Márcia Elisa Jager, Pascale Chechi Fiorin, Ana Cristina Garcia Dias

Resumo


A gravidez na adolescência tem sido bastante investigada por pesquisadores, tanto do Brasil, como em outros países, principalmente a partir da década de 80, quando esse fenômeno passou a ser visto como um problema de saúde pública. Assim, o presente trabalho tem como objetivo conhecer e refletir acerca do perfil de adolescentes gestantes usuárias de uma Unidade Básica de Saúde da cidade de Santa Maria – RS. Para isso foi utilizado um questionário contendo questões abertas e fechadas sobre sexualidade, contracepção, maternidade e projeto de vida. A partir de uma análise de conteúdo das informações, pode-se perceber uma multiplicidade de experiências relacionadas ao fenômeno da gestação na adolescência. Assim, destaca-se que é importante avaliar a história individual das adolescentes gestantes ao prestar atendimento as mesmas, pois a gestação e maternidade assumem diferentes significados, dependendo da história familiar e do contexto sócio-cultural no qual se encontram inseridas.

 


Palavras-chave


Adolescência; Gravidez; Contracepção; Contexto; Perfil

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-1384.2012v9n1p260

Direitos autorais



R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsConteúdos do periódico licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.