Apresentação

Autores

  • Alejandra Oberti Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires,
  • Claudia Bacci Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires
  • Cristina Scheibe Wolff Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis
  • Mariela Peller Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-1384.2013v10n1p1

Resumo

Dossiê Militância e vida cotidiana: os anos 60 e 70 no Cone SulOrganização: Alejandra Oberti, Claudia Bacci, Cristina Scheibe Wolff e Mariela Peller

Biografia do Autor

Alejandra Oberti, Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires,

Socióloga e Doutora em Ciências Sociais pela Universidade de Buenos Aires, UBA, Argentina. Professora da Graduação em Sociologia e nas Pós-graduações da Faculdade de Ciências Sociais da UBA e das Universidades Nacionais de General Sarmiento, UNGS, e de La Plata, UNLP, Argentina. É diretora desde 2005 do Arquivo Oral de Memória Aberta e do Programa Memória e Território da UNGS.

Claudia Bacci, Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires

Socióloga e Mestre em Pesquisa em Ciências Sociais pela Universidade de Buenos Aires. Diretora do Projeto “De la revuelta a la revolución: cuerpo, género y violencia política en la Argentina (1960-1973)” sediado na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires

Cristina Scheibe Wolff, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis

Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, SP. Professora Associada do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Florianópolis, SC. Atua no Programa de Pós-Graduação em História e no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq. É uma das coordenadoras editoriais da Revista Estudos Feministas.

Mariela Peller, Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires

Graduada em Sociologia pela Universidade de Buenos Aires, UBA, Buenos Aires, Argentina, docente do Curso de Sociologia nessa mesma casa de estudos e investigadora do Instituto Interdisciplinar de Estudos de Gênero, IIEGE-UBA, Buenos Aires, Argentina. 

Publicado

2013-05-09

Edição

Seção

Dossiê: Militância e vida cotidiana: os anos ’60 e ’70 no Cone Sul