Sobre o olhar antropocêntrico: o ser humano e o jardim zoológico

Autores

  • Rafael Speck de Souza Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC
  • Letícia Albuquerque Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-1384.2015v12n1p117

Palavras-chave:

Antropocentrismo, Jardim Zoológico, Habeas Corpus, Ética Animal, Direitos Animais

Resumo

O presente artigo pretende questionar a primazia do humano e sua dominação sobre a natureza, a partir de uma crítica à obsolescência dos jardins zoológicos como reforçadores das fronteiras entre o humano e o animal. Para tanto, far-se-á uma análise do postulado antropocêntrico e da natureza dos zoológicos como espaços de marginalização forçada e confinamento animal. Para a obtenção dos objetivos colimados utilizar-se-á o método histórico, dedutivo e explicativo. Serão utilizados como fontes de pesquisa, eminentemente bibliográfica, livros, artigos e periódicos, tanto no meio eletrônico como impresso. Adotar-se-á como referenciais teóricos a Teoria dos Direitos Animais de Tom Regan e a Ética Animalista de Sônia T. Felipe, com o intuito de demonstrar a mais consentânea “saída” para esses e tantos outros casos de exploração: as jaulas vazias e a libertação animal.

Biografia do Autor

Rafael Speck de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC

Mestrando em Direito, Estado e Sociedade, Linha de Pesquisa "Direito, Meio Ambiente e Ecologia Política", pela Universidade Federal de Santa Catarina. Integrante do Observatório de Justiça Ecológica, grupo de pesquisa certificado pelo CNPQ.

Letícia Albuquerque, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC

Doutora em Direito pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina, com estágio de Doutoramento na Faculdade de Direito de Coimbra/Portugal, bolsista CAPES. Pesquisadora do Observatório de Justiça Ecológica, grupo de pesquisa certificado pelo CNPQ. Professora nos cursos de Graduação e Pós-graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Downloads

Publicado

2015-07-08

Edição

Seção

Dossiê: Animais não humanos: um olhar contemporâneo. Orgs: Drs. Javier Vernal, Letícia Albuquerque e Fernanda Medeiros