A radicalidade transformadora da diferença. Uma leitura situada de alguns textos do feminismo italiano

Autores

  • Mariateresa Muraca Università degli Studi di Verona, Verona, Itália
  • Rosanna Cima Università degli Studi di Verona, Verona, Itália

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-1384.2015v12n2p246

Palavras-chave:

Carla Lonzi, Diotima, Feminismo Diferença

Resumo

O artigo propõe uma leitura de alguns textos das feministas italianas – principalmente de Carla Lonzi e das filósofas da Comunidade Diotima –, com o intuito de argumentar em favor de uma compreensão da diferença feminina aberta e radicalmente transformadora.

 

Biografia do Autor

Mariateresa Muraca, Università degli Studi di Verona, Verona, Itália

Doutora em em Ciências da Educação e da Formação Contínua pela Università degli Studi di Verona, Itália, em cotutela com a Universidade Federal de Santa Catarina (Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas), Florianópolis, SC.

Rosanna Cima, Università degli Studi di Verona, Verona, Itália

Doutora em Educação pela Università degli Studi di Verona, Itália. Professora adjunta de Pedagogia da Mediação Cultural, Educação de Adultos e Pedagogia Sanitária na Università degli Studi di Verona, Itália.

Downloads

Publicado

2015-12-15

Edição

Seção

Artigos - Estudos de Gênero