Distribuição espacial da desigualdade de gênero no Brasil

Patrícia Verônica Pinheiro Sales Lima, Marina Rocha de Sousa, Ahmad Saeed Khan, Leonardo Andrade Rocha

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2015v12n1p292

O artigo tem como objetivo analisar como a desigualdade de gênero encontra-se distribuída entre as unidades federativas do Brasil. Para tanto, optou-se pela construção de um índice sintético nomeado de Índice Multidimensional de Desigualdade de Gênero (IMDG). Os principais resultados apontaram que a desigualdade entre homens e mulheres se manifesta com diferentes graus nas unidades federativas, mas é determinada por fatores comuns. As assimetrias são observadas, principalmente, nas dimensões política, trabalho e renda. 


Palavras-chave


Índice sintético, Desigualdade de gênero

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-1384.2015v12n1p292

Direitos autorais 2015



R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsConteúdos do periódico licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.