Falando de modelos de assistência à saúde e do programa de saúde da família do Ministério da Saúde - Brasil

Claudia Hausman Silveira

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2008v5n1p66

O artigo faz referência aos três modelos que inspiraram a construção do Programa de Saúde da Família no Brasil (Cubano, Inglês e Canadense), observando suas diferenças e semelhanças e comparando com o caso brasileiro. Para tanto, também é construída uma linha relacional entre o Sistema Único de Saúde (SUS) e a necessidade de uma prática que permita a operacionalização de suas diretrizes e princípios organizativos. Assim, chega-se a conclusão de que o Programa de Saúde da Família no Brasil, pela sua proposta multiprofissional de trabalho em equipe interdisciplinar em consonância com o SUS pode ajudar a cumprir a lei da saúde no País. Palavras-chave: SUS; Programa de Saúde da Família; Interdisciplinaridade; Modelo assistencial; Prática sanitária


Palavras-chave


SUS; Programa de Saúde da Família; Interdisciplinaridade; Modelo assistencial; Prática sanitária; Program of Family Health; Interdisciplinary; Medical care model; Sanitary practice; Programa de Salud de la Familia; Interdisciplinariedad

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-1384.2008v5n1p66

Direitos autorais



R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsConteúdos do periódico licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.