Ética empresarial & capital social: aproximações conceituais

Sérgio Boeira

Resumo


Este ensaio tem como objetivo evidenciar vínculos entre a literatura que trata de ética empresarial e a que trata de capital social, partindo de um enfoque de moral e ética de Sánchez Vázquez, a fim de contribuir com a percepção de processos políticoinstitucionais, empresariais e sociocomunitários voltados para a ampliação da cidadania.Além disso, pretende-se apontar os limites de tais vínculos, concluindo-se que o capital social, gerado nos processos de constituição de uma moral empresarial de parceria e de responsabilidade social, tende a ter uma baixa intensidade em relação a determinados stakeholders, enquanto acentua e/ou mantém uma alta intensidade em relação a outros. Tal divisão tende a ser mais acentuada em países e regiões cuja história tenha forjado instituições e culturas cívicas nas quais a liberdade e a responsabilidade moral mantêm laços mais distensos ou fracos entre si. Porém, em contrapartida, a constituição de normas de responsabilidade social nas empresas, como a SA 8000, sob a fiscalização de governos e cidadãos, tem impulsionado a geração de capital social em âmbitos crescentemente ampliados, reforçando tais laços.

Palavras-chave


Ética Empresarial; Capital social; Moral; Responsabilidade social; Business ethics; Social capital; Moral; Social responsibility; Ética empresarial; Capital social; Moral; Responsabilidad social

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais



R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsConteúdos do periódico licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.