Por que o debate ‘genética e cultura’ não desaparecerá

Steven Pinker

Resumo


O debate genética-cultura tem sido uma preocupação para a Psicologia e para as Ciências Sociais há séculos. Muitos escritores têm expressado uma esperança que se chegue a um meio termo que faça o debate desaparecer. Neste meio termo, todo comportamento vem de uma interação intrincada entre a hereditariedade e o meio ambiente, e seria um erro tentar separá-los. Eu contesto este ponto de vista, o qual denominei interacionismo holístico, por várias razões, entre as quais o fato de que é simplesmente falso que todos os aspectos da função cerebral envolvem uma mistura de hereditariedade e meio ambiente, e esse interacionismo holístico obscurece nossa compreensão de como a mente trabalha. Como ilustração, eu discuto o caso dos efeitos da educação dada pelos pais, no qual o interacionismo holístico tem conduzido a conclusões falsas e enganosas.

Palavras-chave


Nature-Nurture; Environment; Parenting; Holistic Interactionism; Genética-Cultura; Meio Ambiente; Educação dos Pais; Interacionismo Holístico; Genética-Cultura; Medio Ambiente; Educación Familiar; Interacionismo Holístico

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais



R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsConteúdos do periódico licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.