Ação coletiva: equívocos interpretativos

Autores

  • Silvia Maria de Araújo Universidade Federal do Paraná (UFPR)

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Ação coletiva, Ação social, Classes sociais, Indivíduo e sociedade, Collective action, Social action, Social class, Individual and society, Acción colectiva, Acción social, Clases sociales, Individuo y sociedad

Resumo

Este artigo reflete sobre a ação coletiva como uma categoria de análise e um fenômeno presente na sociedade contemporânea de modo controverso. Vale-se de fundamentos que lhe dão raízes na história e na teoria sociológica, a partir de conceitos de ação social, classes sociais e a natureza tensa da relação indivíduo e sociedade.

Biografia do Autor

Silvia Maria de Araújo, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Doutora em Ciências da Comunicação pela USP e Pós-Doutorado pela Università degli Studi di Milano, Istituto di Studi del Lavoro - Itália, Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia do Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Doutora em Ciências da Comunicação pela USP e Pós-Doutorado pela Università degli Studi di Milano, Istituto di Studi del Lavoro - Itália, Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia do Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2006-04-25

Edição

Seção

Artigos