Programa de formação esportiva na escola – Atleta na Escola: fundamentos lógicos e circunstâncias históricas

Nadson Santana Reis, Pedro Fernando Avalone Athayde, Edriane Lima do Nascimento, Fernando Mascarenhas

Resumo


O estudo constitui uma primeira tentativa de análise do Programa de Formação Esportiva na Escola – Atleta na Escola e está estruturado conforme seus três grandes “eixos de ação”, a saber: incentivo e democratização das práticas esportivas na escola; desenvolvimento e difusão de valores olímpicos e paralímpicos entre estudantes da Educação Básica; e identificação e orientação de jovens talentos. No caso dos dois primeiros eixos, os resultados apontam fragilidades, descompassos e imprecisões entre o marco teórico-conceitual e o desenho técnico-operacional. Por outro lado, o último eixo confere identidade e dá conformidade ao programa, (re)escalando a escola e a Educação Física para o velho “jogo” da massificação esportiva, identificação e seleção de talentos. As considerações indicam, portanto, a necessidade de contrapor ao risco renovado de instrumentalização da escola, da Educação Física e das políticas esportivas educacionais em função dos anseios e prerrogativas do setor esportivo stricto senso.


Palavras-chave


Escola; Educação Física; Esporte; Políticas Públicas

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2015v27n44p190



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA