Formação de professores de Educação Física a distância: a experiência da Universidade de Brasília

Fernanda Cruvinel Pimentel, Ari Lazzarotti Filho, Edson Marcelo Hungaro, Fernando Mascarenhas

Resumo


Esta investigação constituiu-se em um estudo de caso, descritivo-exploratório, de caráter qualitativo sobre a implementação do curso de Licenciatura em Educação Física (EF) a distância da UnB no contexto do Sistema UAB. Como resultado mapeamos que apesar da potencialidade das novas ferramentas educacionais tecnológicas, o modelo que está colocado para a política do Sistema UAB ainda apresenta muitas lacunas e principalmente falta de seriedade com o trabalho docente. No entanto, apesar do Sistema UAB estabelecer nexos entre a educação a distância (EAD) e o ideário neoliberal, a autonomia das universidades federais vem empreendendo esforços para que seja possível uma formação com qualidade crítica e emancipadora. A Faculdade de EF da Universidade de Brasília, internamente vem buscando organizar o curso, aderir qualidade à gestão, ao projeto político pedagógico e ao processo de ensino e aprendizagem, considerando as especificidades de um curso de EF.


Palavras-chave


Educação a distância; Licenciatura em Educação Física; Universidade de Brasília; Sistema Universidade Aberta do Brasil

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n43p55



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA