O ensino da ginástica de Itatiba/SP: de volta às escolas

Cibelle Amade Carride, Cintia de Souza Moura, Laurita Marconi Schiavon, Marco Antonio Coelho Bortoleto

Resumo


Estudos realizados nos últimos 25 anos apresentam uma diminuição do ensino da Ginástica na Educação Física escolar. Na busca de um diagnóstico atualizado, a pesquisa analisou o ensino da Ginástica nas escolas da cidade de Itatiba-SP, a fim de conhecer as dificuldades bem como as estratégias pedagógicas utilizadas. Os dados foram obtidos por meio de questionário semiestruturado, respondido por 40 professores (73 % do total) de Educação Física das redes de ensino municipal, estadual e particular do município. Os resultados revelam que a maioria dos profissionais ensina Ginástica na escola, com estratégias de adaptação de materiais/espaço. Os professores que não incluem ginástica em suas aulas relatam não se sentirem preparados, principalmente devido a uma formação inicial insuficiente. A pesquisa indica uma tendência contrária à apontada pela literatura, e sugere a necessidade de formação continuada e suporte didático aos docentes.


Palavras-chave


Ginástica; Educação continuada; Docentes

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2017v29n51p83



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA