Políticas públicas de esporte e lazer: um balanço crítico da produção científica no GEPPEF/UFMA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2021e78679

Palavras-chave:

Produção científica, Política pública, Esporte e lazer

Resumo

Este trabalho investiga a trajetória do Grupo de Estudos e Pesquisas Pedagógicas em Educação Física (GEPPEF/UFMA) na área das políticas públicas de esporte e lazer, realizando um balanço crítico da sua produção científica. Faz-se uma pesquisa documental de natureza quanti-qualitativa, no período de 2005 a 2020, com um total de 73 trabalhos analisados nas seguintes categorias: fontes de publicação, temáticas, períodos, tipos de trabalho e aporte teórico. Constata-se predominância de publicação de trabalhos completos em anais de eventos nacionais e internacionais, com prevalência temática em gestão e ordenamento legal. Quanto ao aporte teórico, verifica-se inicialmente que os trabalhos se destacaram pela pluralidade epistemológica e, mais recentemente, o Grupo vem fundamentando suas pesquisas nos pressupostos do Materialismo Histórico Dialético. Concluiu-se que o GEPPEF aponta caminhos no intuito de contribuir para o debate das políticas públicas de esporte e lazer no Maranhão, sobretudo para a concretização desses direitos.

Biografia do Autor

Silvana Martins de Araujo, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Doutora em Política Social pela UnB. Professora Associada do Departamento de Educação Física da UFMA.

Ywry Crystiano da Silva Magalhães, Instituto Federal do Maranhão - IFMA

Doutorando em Educação Física na linha de políticas públicas de esporte e lazer da UnB. Professor de Educação Física do IFMA. 

Jonathas Carvalho de Sousa, Rede Pública do Estado do Maranhão

Mestrando em Educação Física na linha de políticas públicas de esporte e lazer da UnB. Professor de Educação Física na Rede Pública do Estado do Maranhão.

Aline Silva Andrade Nunes, Instituto Federal do Maranhão - IFMA

Doutoranda em Educação Física na linha de políticas públicas de esporte e lazer da UnB. Professora de Educação Física do IFMA.   

Pablo Linhares Teixeira, Rede Privada de Ensino de São Luís

Licenciado em Educação Física pela UFMA. Professor de Educação Física da Rede Privada de Ensino de São Luís

Referências

BEHRING, Elaine Rossetti. Políticas sociais: seus fundamentos lógicos e circunstâncias históricas. In: HÚNGARO, Edson Marcelo; DAMASCENO, Luciano Galvão; GARCIA, Carla Cristina (Org.). Estado, política e emancipação humana: lazer, educação, esporte e saúde como direitos sociais. Santo André, SP: Alpharrabio, 2008. p. 61-76.

BOSCHETTI, Ivanete. Avaliação de políticas, programas e projetos sociais. In: Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009.

BRACHT, Valter, et. al. Educação Física Escolar como tema da produção do conhecimento nos periódicos da área no Brasil (1980-2010): parte I. Revista Movimento, v. 17, n. 2, p. 11-34, 2011.

BRACHT,Valter. Educação Física Escolar como tema da produção do conhecimento nos periódicos da área no Brasil (1980-2010): parte II. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 11-37, 2012.

CATANI, Alfrânio Mendes; OLIVEIRA, João Ferreira de. As políticas de diversificação e diferenciação da educação superior no Brasil: alterações no sistema e nas universidades públicas. In: SGUISSARDI, V. (Org.). Educação superior: velhos e novos desafios. São Paulo: Xamã, 2000. p. 63-81.

DURÃO, Jorge Eduardo Saavedra. Crise do estado e políticas públicas: responsabilidade fiscal ou irresponsabilidade social? In: SANTOS JR., Orlando Alves. (org.). Políticas públicas e gestão local. Rio de Janeiro: FASE, 2003.

GAMBOA, Silvio Sánchez; SANTOS FILHO, José Camilo. Pesquisa educacional: quantidade-qualidade. São Paulo: Cortez, 2005.

GAMBOA, Silvio Sánchez. Pesquisa em educação: métodos e epistemologias. Chapecó: Argos, 2007. 193 p.

GAMBOA, Silvio Sánchez. Paradigma. In: GONZÁLEZ, Fernando Jaime; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo (org.). Dicionário crítico de Educação Física. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2014. p. 482-484.

GAARDER, Jostein. Ei! Tem alguém aí? São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1997.

GOMES, Romeu. A análise de dados em pesquisa qualitativa. In: MINAYO, Maria Cecília Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 1994.

GOHN, Maria da Glória. Conselhos gestores e participação sociopolítica. São Paulo: Cortez, 2001.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos da metodologia científica. 8 ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MANDEL, Ernest. O Estado na fase do capitalismo tardio. In: MANDEL, Ernest. O capitalismo tardio. São Paulo: Abril Cultural (Os economistas), 1982.

MATIAS, Wagner Barbosa, et al. Políticas de esporte nos anos Lula e Dilma. Brasília: Thesaurus, 2015.

MONTAÑO, Carlos. “Das ‘lógicas do estado’ às ‘lógicas da sociedade civil’: Estado e ‘terceiro setor’ em questão”. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n 59, p. 47-79, 1999.

PEREIRA, Potyara Amazoneida Pereira. Discussões conceituais sobre política social como política pública e direito de cidadania. In: BOSCHETTI, Ivanete et al. (Org.). Política social no capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2009. p. 87-108.

RAICHELIS, Raquel. Esfera pública e conselhos de assistência social: cominhos da construção democrática. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

Downloads

Publicado

2021-06-02

Edição

Seção

Seção Temática