Política educativa e cultura digital: entre práticas escolares e práticas sociais

Autores

  • Maria Helena Bonilla Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Nelson De Luca Pretto Universidade Federal da Bahia (UFBA)

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2015v33n2p499

Palavras-chave:

Cultura digital, Política educativa, Práticas escolares

Resumo

Em tempos de codificação digital e articulação em rede, intensificam-se os fluxos das informações, ideias, conhecimentos e culturas que circulam na sociedade, podendo, qualquer pessoa, em qualquer lugar, participar dessa dinâmica numa perspectiva autoral. Como a escola não dialoga bem com essa nova cultura, marcada pela horizontalidade, pelos fluxos rizomáticos, a chamada cultura digital, busca-se, neste texto, analisar possíveis causas dessa falta de sintonia, tomando por base as políticas públicas de inserção das tecnologias digitais na sociedade brasileira e nas escolas, e as práticas desenvolvidas nas escolas que participaram do Projeto Um Computador por Aluno (UCA), na Bahia e em Santa Catarina. A falta de articulação entre os projetos e programas, a fragilidade na formação de professores e a transformação do computador numa máquina pedagógica, em vez de uma máquina de comunicação e de produção de sentidos, tem dificultado a articulação entre as práticas sociais e as práticas escolares e a constituição da cultura digital nas escolas brasileiras.

Biografia do Autor

Maria Helena Bonilla, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professora da Faculdade de Educação coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFBA.

Nelson De Luca Pretto, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP). Professor da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia (UFBA). 

Downloads

Publicado

2015-12-31

Edição

Seção

Dossiê Tecnologias móveis na escola: tensões entre as políticas públicas e suas (re) configurações nas práticas