As reverberações coloniais das traduções da livraria do Globo no Brasil da década de 1930

Vanessa Lopes Lourenço Hanes

Resumo


Este artigo investiga o começo do Brasil pós-colonial sob a ótica de uma de suas editoras mais proeminentes, a Livraria do Globo, procurando definir as ligações entre a tradução literária e o poder colonial supostamente em retrocesso. Em uma análise de nove traduções de textos originários de língua inglesa lançadas por aquela editora na década de 1930, o que inicialmente parecia fazer pouco sentido em termos de coerência de política editorial na verdade acabou por evidenciar uma influência colonial ainda bastante presente. França, Portugal e Inglaterra pareciam travar um embate nas páginas desses livros, ao mesmo tempo em que nelas também se viam os primeiros desdobramentos do nacionalismo brasileiro e da sistematização do português brasileiro.

Palavras-chave


Português brasileiro; Nacionalismo; Pós-colonialismo; Literatura de massa traduzida

Texto completo:

PDF/A (English)

Referências


Anderson, B. Imagined Communities: Reflections on the Origin and Spread of Nationalism. London: Verso, 2006. Printed.

Amorim, S. M. de. Em Busca de um Tempo Perdido: Edição de Literatura Traduzida pela Editora Globo (1930-1950). São Paulo: EDUSP, 2000. Printed.

Bagno, M. Português ou Brasileiro? (Um Convite à Pesquisa). São Paulo: Parábola Editorial, 2001. Printed.

Bandia, P. “Post-colonial Literatures and Translation.” In Gambier, Y and Doorslaer, L. van. Handbook of Translation Studies. v. 1. Amsterdam: John Benjamins, 2010. p. 264-269. Printed.

Bassnett, S. and Trivedi, H. (eds.). Post-colonial Translation: Theory and Practice. London: Routledge, 2000. Printed.

Cheyfitz, E. The Poetics of Imperialism: Translation and Colonization from The Tempest to Tarzan. New York and Oxford: Oxford University Press, 1991. Printed.

D’hulst, L. “(Re)locating Translation History: From Assumed Translation to Assumed Transfer”. Translation Studies 5.2 (2012): 139-155. Printed.

Even-Zohar, I. “Polysystem theory.” Poetics Today 1.2 (1979): 287-310. Printed.

Gomes, L. 1989: Como um Imperador Cansado, um Marechal Vaidoso e um Professor Injustiçado Contribuíram para o Fim da Monarquia e a Proclamação da República no Brasil. São Paulo: Globo Livros, 2013. Printed.

Hallewell, L. O Livro no Brasil: Sua História. São Paulo: Edusp, 2005.

Hanes, V. L. L. (A). “Dois Pesos e Duas Medidas? Considerações Acerca da Tradução de Variantes Linguísticas Norte-americanas Negras e Brancas para o Português Brasileiro”. Revista Belas Infiéis 6.2 (2017): 89-104. Digital.

Hanes, V. L. L. (B). “A Test Case That Speaks Volumes: The Translations of Agatha Christie’s The Murder of Roger Ackroyd and the Question of Written vs. Oral Discourse in Brazil”. In Pastwa, J. G. and Oyali, U. (Eds.). Norm-Focused and Culture-Related Inquiries in Translation Research: Selected Papers of the

CETRA Research Summer School. Frankfurt: Peter Lang, 2016. p. 25-44. Printed.

Jaccoud, L. “Racismo e República: o Debate sobre o Branqueamento e a Discriminação Racial no Brasil”. In Theodoro, M. (Ed.). As Políticas Públicas e a Desigualdade Racial no Brasil: 120 Anos Após a Abolição. Brasília: Ipea, 2008. p. 45-64. Printed.

Lambert, J. “Literature, Translation and (De)colonization”. In Hyun, T. and Lambert, J. (Ed.). Translation and Modernization. Tokyo: Tokyo University Press, 1995. p. 98-117. Printed.

Lambert, J. and Gorp, H. van. “On Describing Translations.” In Hermans, T (Ed.). The Manipulation of Literature: Studies in Literary Translation. London: Croom Helm, 1985. p. 42-53. Printed.

Lobato, J. B. R. M. Mundo da Lua e Miscelânea. São Paulo: Brasiliense, 1951. Printed.

Loomba, A. Colonialism/Postcolonialism. London/New York: Routledge, 2015. Printed.

Niranjana, T. Siting Translation: History, Post-structuralism, and the Colonial Context. Berkeley/Los Angeles/Oxford: University of California Press, 1992. Printed.

Parkinson, J. “When Pyjamas Ruled the Fashion World”. BBC News Magazine. 2016. Web. 2016. < http://www.bbc.com/news/magazine-35427892 >. 20 May 2018.

Ramos, P. A Modernidade Impressa: Artistas Ilustradores da Livraria do Globo-Porto Alegre. Porto Alegre: UFRGS Editora, 2016. Printed.

Toury, G. Descriptive Translation Studies and Beyond. Amsterdam: John Benjamins. Printed.

Velloso, M. P. História e Modernismo. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. Printed.

Veríssimo, J. 1977. Estudos de Literatura Brasileira: a Questão Ortográfica. São Paulo: Edusp, 1977. Printed.

Wyler, Lia. Línguas, Poetas e Bacharéis: uma Crônica da Tradução no Brasil. Rio de Janeiro: Rocco, 2003. Printed.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2019v39n2p95



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.