CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL III: A POTÊNCIA DO ACOLHIMENTO NOTURNO PARA O CUIDADO EM LIBERDADE

Conteúdo do artigo principal

Lyandra Caroline Feisther
Ana Regina Losso

Resumo

A Reforma Psiquiátrica Brasileira (RPB) é um movimento formado por amplos segmentos sociais, usuários (as), familiares, profissionais, que com a reforma sanitária e a mudança para um estado democrático passaram a denunciar o cenário de descaso e violência que havia nos Hospitais Psiquiátricos. Em vista disso, a RPB representou a construção de uma nova realidade para a representação social da loucura, onde houvesse na cultura, meios de lidar com o preconceito social para com a pessoa em sofrimento psíquico e com o preconceito científico para com o transtorno psíquico.

Detalhes do artigo

Como Citar
FEISTHER, Lyandra Caroline; LOSSO, Ana Regina. CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL III: A POTÊNCIA DO ACOLHIMENTO NOTURNO PARA O CUIDADO EM LIBERDADE. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 15, n. 45, p. 56–64, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/97945. Acesso em: 23 jul. 2024.
Seção
Textos completos
Biografia do Autor

Lyandra Caroline Feisther, Universidade do Extremo Sul Catarinense.

 Enfermeira pela Universidade Federal de Santa Catarina e Residente em Saúde Mental Atenção e Reabilitação Psicossocial pela Universidade do Extremo Sul Catarinense.

Ana Regina Losso

Enfermeira pela Universidade Federal de Santa Catarina, Gerente de Saúde Mental do Município de Criciúma, Professora e Tutora na Universidade do Extremo Sul Catarinense.

Referências

BRASIL. Constituição (2001). Lei n° 10.216, de 6 de abril de 2001. Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.

BRASIL. Constituição (2002). Portaria nº 336, de 19 de fevereiro de 2002. Estabelece que os Centros de Atenção Psicossocial poderão constituir-se nas seguintes modalidades de serviços: CAPS I, CAPS II e CAPS III, definidos por ordem crescente de porte/complexidade e abrangência populacional.

BOSKA, Gabriella de Andrade; OLIVEIRA Márcia Aparecida Ferreira de; CLARO Heloísa Garcia, ARAUJO, Thalita Silva Gomes de; PINHO, Paula Hayasi. Leitos em centro de atenção psicossocial álcool e drogas: análise e caracterização. REBEN. v. 7, p. 2382- 2388, 2018. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/reben/a/5DwgMz8qQdPvpBv7pV6nhSr/?lang=pt#> Acesso em: 05 nov 2023.

DIAS, Marcelo Kimati; FERIGOTO, Sabrina Helena; FERNANDES Amanda Dourado Souza Akahosi. Atenção à Crise em saúde mental: centralização e descentralização das práticas. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, p. 565-602, 2020. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/csc/a/Jw3ZjFQbY5zcQVZvqY76hxf/#> Acesso em: 05 nov 2023.

HONORATO, Gitonam Lucas Tavares. Avante Luta Antimanicomial, ocupemos os planos diretores das cidades. Ciência & Saúde Coletiva, v. 27, p. 27-38, 2022.

MENDES, Rita de Cássia. Casa de Saúde Rio Maina: “cuidado com a cambreta”. 2001. Monografia apresentada ao curso de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense- UNESC, (Especialização em História Local e Regional). Criciúma, 2001. 41p.

NUNES, Aretusa Dagostim. A casa cor-de-rosa: representações da Instituição Psiquiátrica de Rio Maina (1968 –1978). Monografia apresentada à Diretoria de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense- UNESC, (Especialização em História Social e História Cultural). Criciúma, 2005. 44p.

ROSSI, Aline Fernandes de; PAULA, Barbara Arvelino de; ISRAEL, Flávia Meirelles; CAMARGOS, Melina Alves de. A tessitura da construção coletiva de indicadores de saúde mental em Centros de Atenção Psicossocial. Saúde em Debate, v. 47, p. 333-345, 2023. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/sdeb/a/Y9L6WkC7SWMxX69pDJMtSxb/?lang=pt#>. Acesso em: 05 nov 2023.

SCHENKEL, Julia Monteiro; SILVA, Glauber Weder dos Santos; AMORIN, Ana Karenina de Melo Arraes; MIRANDA, Francisco Arnoldo Nunes de; CARVALHO, Jovanka Bittencourt Leite de; RIBEIRO, Sara Eloise Argimiro; ALMEIDA, Ana Clara Paiva de; SILVA, Maxwell Menezes. Saúde mental, arte e desinstitucionalização: um relato estético-poético-teatral de uma ocupação da cidade. Ciência & Saúde Coletiva, v. 27, p. 39–48, 2022. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/csc/a/scLZW3YJqNktJcBVNfdfSFh/?format=pdf&lang=en>. Acesso em: 05 nov. 2023.

SILVA, Dipaula Minotto da. Transformações na Saúde Mental de Criciúma/SC no período de 2001 a 2016. Dissertação apresentada à Diretoria de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense- UNESC, (mestrado em saúde coletiva), Criciúma, 2017.

SILVA, Thuany Cristine Santos da; SANTOS, Tatiana Marques dos; CAMPELO, Izabella de Góes Maciel Tavares; CARDOSO, Maria Manuela Vila Nova; SILVA, Adriana Dias; PERES, Maria Angélica de Almeida. Acolhimento noturno em um Centro de Atenção Psicossocial III. REBEN, v. 73, p. 1-7, 2020 Disponível em: <https://www.scielo.br/j/reben/a/HzhhGxHN8gCLXvfgVytJ9zL/?lang=pt#> Acesso em: 05 nov 2023.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.