A informação como recurso na construção de conhecimento para a área de suprimentos e almoxarifado: um estudo de caso na indústria de embalagens plásticas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2020.e71113

Palavras-chave:

Informação, Construção de conhecimento, Suprimentos e almoxarifado, Indústria de embalagens plásticas

Resumo

 

Objetivo: Atualmente a informação é um dos principais recursos estratégicos para as empresas e precisa ser bem gerido. Neste artigo, essa premissa é levada à sério na aplicação de uma pesquisa sobre a informação como recurso estratégico para a construção de conhecimento visando analisar a percepção dos sujeitos sobre as informações e os conhecimentos acumulados relativos às atividades no departamento de Suprimentos e Almoxarifado de uma indústria produtora de embalagens no interior do estado de São Paulo.

Método: A pesquisa se pautou no método dinâmico de “Estudo de caso” para guiar a coleta de dados da pesquisa a partir da aplicação de questionários, entrevista e observação visando identificar a percepção dos sujeitos quanto as informações e conhecimentos do referido departamento. Para embasar teoricamente a pesquisa, lançou-se mão de um resgate histórico da evolução da gestão de recursos como ferramenta estratégica na gestão da cadeia de suprimentos e almoxarifado bem como uma análise da informação enquanto recurso estratégico para a construção de conhecimento.

Resultados: Assim, ao apresentar, analisar e interpretar os dados da pesquisa, quantifica-se e qualifica-se a percepção dos sujeitos da pesquisa acerca da importância de uma cultura organizacional de valorização e fortalecimento do fluxo informacional entre as atividades do departamento, seja de modo direto ou indireto.

Conclusões: Notamos a necessidade da construção de uma cultural informacional entre os sujeitos que compõe o departamento, bem como o desenvolvimento de competência informacional nos sujeitos que compõe a indústria. Dentre os paramentos sugeridos visando potencializar o uso da informação no contexto da construção de conhecimento, a adoção um modelo de gestão de informações, bem como de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) que propiciassem a centralização das informações prospectadas no ambiente interno e externo em uma única base de dados.

Palavras-Chave: Informação. Construção de Conhecimento. Suprimentos e almoxarifado. Indústria de embalagens plásticas.

Abstract

Objective: The Information is currently one of the main strategic resources for companies and needs to be well managed. In this article, this premise is taken seriously in the application of a research on information as a strategic resource for the construction of knowledge aiming to analyze the subjects' perception of the information and accumulated knowledge related to the activities in the Supply and Warehouse department of an industry packaging producer in the state of São Paulo.

Method: The research was based on the dynamic method of “Case study” to guide the collection of research data from the application of questionnaires, interviews and observation in order to identify the perception of the subjects regarding the information and knowledge of that department. To theoretically base the research, a historical rescue of the evolution of resource management was used as a strategic tool in the management of the supply chain and warehouse, as well as an analysis of information as a strategic resource for the construction of knowledge.

Results: Thus, when presenting, analyzing and interpreting the research data, the perception of the research subjects is quantified and qualified about the importance of an organizational culture of valuing and strengthening the information flow between the activities of the department, whether of direct or indirect way.

Conclusions: We note the need to build an informational culture among the subjects that make up the department, as well as the development of informational competence in the subjects that make up the industry. Among the vestments suggested aiming to enhance the use of information in the context of knowledge construction, the adoption of an information management model, as well as of Information and Communication Technologies (ICTs) that provide the centralization of the information prospected in the internal and external environment in a single database.

Keywords: Competitive strategy. Information management. Knowledge. Supply and warehouse management. Plastic packaging company.

Biografia do Autor

Roberto Cavallari Filho, Universidade de Marília (Unimar)

Doutor (PhD) em Filosofia (Columbia University/NY). Mestre em Educação (Unesp/Marília) bacharel e especialista em Administração (FEESR) Docente do curso de Administração de Empresas da Universidade de Marília.

Karla Cristina Rocha Ribeiro, Universidade de Marília (Unimar)

Doutora UNESP-câmpus Assis. Pesquisas enfatizam o indivíduo contemporâneo, a Psicanálise e a Psicologia Social Crítica. Mestre em Psicologia - Constituição do sujeito e historicidade - Universidade Estadual de Maringá. - Uem.Graduada em Psicologia - licenciatura e formação de psicólogo- na Universidade Estadual de Maringá. Docente no curso de Psicologia na Universidade de Marília - Unimar. Professora convidada no curso de aprimoramento do Núcleo de Psicanálise de Marília e Região.

Carlos Francisco Bitencourt Jorge, Universidade de Marília (Unimar)

Pós-Doutor em Ciência da Informação na área de concentração Informação, Tecnologia e Conhecimento pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp/SP).Doutor em Ciência da Informação com enfoque em Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva em Organizações Complexas pela Unesp/Marília. Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp/Marília). Especialista em Administração de Marketing e Propaganda pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) , 2008. Graduado em Administração de Empresas pelo UNIVEM, 2007. Realizou doutoramento sanduíche como pesquisador internacional em Westminster College nos Estados Unidos da América, desenvolvendo pesquisas com enfoques em Inteligência Organizacional, Gestão do Conhecimento, Gestão da Informação e Gamification para Organizações complexas. Membro na Strategic and Competitive Intelligence Professionals (SCIP). Docente do curso de Administração da Univesidade de Marília (UNIMAR). Pesquisador do Grupo de Pesquisa Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional.

Ana Lívia Cazane, Universidade de Marília (Unimar)

Doutoranda em Ciência da Informação (Unesp/SP). Mestre em Engenharia da Produção pela Faculdade de Engenharia de Bauru da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP/Bauru). Graduada em Administração de Empresas e Agronegócios pela Universidade Estadual Paulista - Campus Experimental de Tupã. Docente da Universidade de Marília (Unimar)

Vinicius Nascimento Domingues, UNIPAC

Tecnólogo em Gestão da Produção Industrial pela FACAP. Profissional de Suprimentos e Almoxarifado.

Referências

BANDEIRA, R.A.M.; MELLO, L.C.B.B.; MACADA, A.C.G. Relacionamento interorganizacional na cadeia de suprimentos: um estudo de caso na indústria da construção civil. Produção, São Paulo, v.19, n.2, p. 376-387, mai.-ago. 2009. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/3967/396742036012.pdf. Acesso em: 20 ago. 2019.

BOWERSOX, D.J.; CLOSS, D.J.; HELFERICH, O.K. Logistical Management: A Systems Integration of Physical Distribution, Manufacturing, Support and Materials Procurement. 3º Ed. New York: Macmillan, 1996.

BROWN, J. S.; DUGUID, P. A vida social da informação. São Paulo: Makron Books, 2001.

CHOO, C. W. A. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: SENAC, 2003. Tradução de Eliana Rocha. 425p.

COOPER, M. C.; LAMBERT, D. M.; PAGH, J. D. Supply chain management: more than a new name for logistics. The International Journal of Logistics Management, v. 8, n.1, p1-14, 1998. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/09574099710805556/full/html. Acesso em: 04 ago. 2019.

COSTA, J.C.; RODRIGUÉZ, J.B.; LADEIRA W.J. A gestão da cadeia de suprimentos: teoria e prática. In: ENCONTRO NAC. DE ENG. DE PRODUÇÃO, 25.; Porto Alegre, 2005. Anais[...] Porto Alegre: ENEGEP, 2005. p. 691-698.

DAVENPORT, T. H.; PRUSAK, L. Conhecimento Empresarial: Como As Organizações Gerenciam O Seu Capital Intelectual. 4. Ed. Rio de Janeiro: Campus,1998.

DYER, J. H; SINGH, H. The relational view: cooperative strategy and sources of interorganizational competitive advantage. Academy of Management Review, v. 23, n. 4, p. 660-679, 1998. . . Disponível em: https://journals.aom.org/doi/abs/10.5465/amr.1998.1255632. Acesso em: 09 ago. 2019.

DRUCKER, P. Além da revolução da informação. HSM Management, v.18, n.1/2, 2000.

EARL, M. J. Todo negócio diz respeito a informações. In: DAVENPORT, T.; MARCHAND, D. A.; DICKSON, T. (Orgs.). Dominando a gestão da informação. Porto Alegre: Bookman, 2004.

GANESAN, S. Determinants of long-term orientation in buyer-seller relationships. Journal of Marketing, v. 58, n. 2, p. 1-19, Apr. 1994. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/002224299405800201. Acesso em: 19 ago. 2019.

HALÉY, M. A era do conhecimento: princípios e reflexões sobre a revolução noética no século XXI. São Paulo: Editora Unesp, 2008.

ILHARCO, F. Filosofia da informação: uma introdução à informação como fundação da acção, da comunicação e da decisão. Lisboa: Universidade Católica Editora, 2003.

KAUFMANN, L; CARTER, C. R. International supply chain relationships and non financial performance – A comparison of US and German practices. Journal of Operations Management, v. 24, n. 5, p. 653-675, 2006. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0272696305001154. Acesso em: 19 ago. 2019.

KURZ, R. A ignorância da sociedade do conhecimento. Jornal Folha de São Paulo, Caderno Mais, p.14-15, 12 jan. 2002.

LAMBERT, D.M.; COOPER, M.C. Issues in supply chain management. Industrial Marketing Management, v.29, n.1, p.65-83, 2000. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0019850199001133 . Acesso em: 19 ago. 2019.

LAMBERT, D.M.; COOPER, M.C.; PAGH, J.D. Supply chain management: implementation issues and research opportunities. International Journal of Logistics Management, v.9, n.2, p. 1-19, 1998. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/09574099810805807/full/html. Acesso em: 29 ago. 2019.

LI, S.; RAO, S. S.; RAGU-NATHAN, T. S. et al. Development and validation of a measurement instrument for studying supply chain management practices. Journal of Operations Management, v. 23, n. 6, p. 618-641, 2005. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0272696305000501. Acesso em: 19 ago. 2019.

LUMMUS, R.R.; VOKURKA, R.J. Defining supply chain management: a historical perspective and practical guidelines. n.1. Ind. Manage. Data Syst. 1999. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/02635579910243851/full/html. Acesso em: 19 ago. 2019.

MACHLINE, C. Cinco décadas de logística empresarial e administração da cadeia de suprimentos no Brasil. RAE, v. 51, n.3, p. 227-231, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-75902011000300003&script=sci_arttext&tlng=pt . Acesso em: 06 ago. 2019.

MARCONE, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MATTELART, A. História da sociedade da informação. São Paulo: Loyola, 2002.

MELNYK, S.A.; LUMMUS, R.; VOKURKA, R.J.; SANDOR, J. Supply chain management 2010 and beyond: mapping the future of strategic supply chain. APICS Executive Summay Report. Jun. 2007.

MIN, S; MENTZER, J. T. Developing and measuring supply chain management concepts. Journal of Business Logistics, v. 25, n. 1, p. 63-99, 2004. Disponível em: https://doi.org/10.1002/j.2158-1592.2004.tb00170.x . Acesso em: 13 ago. 2019.

MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

NIELSEN, B. The role of trust in collaborative relationships: a multidimensional approach. M@n@gement, v. 7, n. 3, p. 239-256, 2004. Disponível em: https://www.cairn.info/revue-management-2004-3-page-239.htm . Acesso em: 12 ago. 2019.

OLIVEIRA, D.M.S.; COHEN M.F. Os usos da TI ao longo da cadeia de suprimentos e em conjunto com as principais técnicas colaborativas e de gestão. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, vol.9, n.2, p.1-22, 2010. Disponível em: https://search.proquest.com/docview/860073320?pq-origsite=gscholar. Acesso em: 22 ago. 2019.

PAI, M. et al. Systematic reviews and meta-analyses: an illustrated step-by-step guide. The National Medical Journal of India , v. 17, n. 2, p. 86-95, 2004. Disponível em: https://europepmc.org/abstract/med/15141602 . Acesso em: 11 ago. 2019.

PIRES, S.R.I. Gestão da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management): conceitos, estratégias, práticas e casos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

TAN, K.C. A framerwork of Supply Chain Management Literature. European Journal of Purchasing & Supply Management, v. 7, p. 39–48, 2001. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0969701200000204 . Acesso em: 16 ago. 2019.

VAGO, F. R. M.; SOUSA, C. V.; MELO, J. M. C.; LARA, J. E.; FAGUNDES, A. F. A.; SAMPAIO, D. O. A importância do gerenciamento de estoque por meio da ferramenta Curva ABC. Revista Sociais e Humanas, Santa Maria, v.26, n. 03, p. 638-655, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/sociaisehumanas/article/view/6054. Acesso em: 29 ago. 2019.

VIVALDINI, M.; PIRES, S.R.I. Operadores logísticos: Integrando operações em cadeias de suprimento. São Paulo, Atlas, 2010.

WEN, H.;GU, Q. The elements of supply chain management in new environmental era. In: Proceedings of the Seventh International Conference on Management Science and Engineering Management, 2014. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-642-40081-0_74 . Acesso em: 14 ago. 2019.

WURMAN, R. S. Information Anxiety. The New York Times, New York, 1989.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2.ed. São Paulo: Bookman, 2003.

PARRA, P.H.; PIRES, S.R.I. Análise da gestão da cadeia de suprimentos na indústria de computadores. Revista Gestão e Produção, v.10, n.1, p.1-15, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-530X2003000100002&script=sci_abstract&tlng=pt . Acesso em: 19 ago. 2019.

Downloads

Publicado

2020-05-08

Edição

Seção

Estudos de Caso