Memória repertório e suas inter-relações com a gestão do conhecimento em ambientes organizacionais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2023.e89762

Palavras-chave:

Memória Repertório, Memória Organizacional, Gestão do Conhecimento

Resumo

Objetivo: a Memória Repertório, elemento intrínseco da memória organizacional, se baseia em diferentes cognições, em atos coletivos e nas relações sociais, nesse contexto, a pesquisa analisou o papel da Memória Repertório no processo de gestão do conhecimento em ambientes organizacionais.

Método: a pesquisa tem natureza básica, abordagem qualitativa, é tipologicamente exploratória e descritiva, com delineamento bibliográfico e empregou o protocolo de Revisão Sistêmica de Literatura nos periódicos nacionais da área de concentração Comunicação e Informação classificados no Qualis Capes A1 e A2 - área de Ciência da Informação quadriênio 2013 - 2016 e na Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação entre os anos de 2011 a 2021. Para a análise fez-se uso do método Análise de Conteúdo, especificamente da técnica Análise Categorial e as categorias definidas a priori, com base no conceito de Memória Repertório são: sujeito organizacional, cultura e aprendizagem organizacional, uso/reuso e inovação e planejamento e fluxos.

Resultado: a pesquisa contribui e amplia o referencial teórico do campo científico da Ciência da Informação, mais especificamente no que se refere as inter-relações da Gestão do Conhecimento com a Memória Repertório composta de conhecimento prévio e know-how para a constituição da memória em ambientes organizacionais, vinculada às questões de eficiência e eficácia.

Conclusões: a Memória Repertório e a Gestão do Conhecimento ampliam a competitividade das organizações e são necessárias novas reflexões sobre as inter-relações evidenciadas nesta pesquisa visando a aprendizagem contínua e a consolidação do conceito de Memória Repertório no âmbito da Ciência da Informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Cardoso dos Santos, Londrina State University

Professora do Departamento de Ciência da Informação da UEL
Doutora em Ciência da Informação pela UNESP/FFC, Marília
Bibliotecária - CRB 001655/0/PR

Letícia Gorri Molina, Londrina State University

Docente dos cursos de graduação em Arquivologia e Biblioteconomia, e do programa de pós-graduação em Ciência da Informação do departamento de Ciência da Informação da UEL. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Processos de Disseminação e Compartilhamento da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: memória institucional, memória organizacional, gestão da informação, gestão do conhecimento e gestão documental.

Referências

ALMEIDA, M. B. Um modelo de antologias para representação da memória organizacional. 2006. 345f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, 2006. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/handle/1843/VALA-6T7QFT/doutorado_mauricio_barcellos_almeida.pdf?sequence=1. Acesso em: 11 maio. 2021.

ALMEIDA, M. F. I.; VITORIANO, M. C. P. C. Memória organizacional: a construção de um instrumento em sistema acessível. Informação & Sociedade: Estudos, v. 30, n. 3, p. 1-25, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.1809-4783.2020v30n3.52225 Acesso em: 20 jun. 2022.

BARBOSA, R. R. Gestão da informação e gestão do conhecimento: origens, polemicas e perspectivas. Informação & Informação, Londrina (PR), v.13, n. especial, p.1-25, 2008. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1843/1556. Acesso em: 12 jan. 2022.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

BRUSAMOLIN, V.; SUAIDEN, E. J. Aprendizagem organizacional: o impacto das narrativas. Curitiba: Appris, 2014.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Editora SENAC, 2006. 425p.

CIANCONI, R. B. Gestão do conhecimento: visões de indivíduos e organizações no Brasil. 2003. 287f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT/Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, 2003. Disponível em: http://ridi.ibict.br/bitstream/123456789/675/1/cianconigestao.pdf. Acesso em: 11 fev. 2022.

CONKLIN, E. J. Designing organizational memory preserving intelectual assets in a knowledge economy. 1997. Disponível em: http://cognexus.org/dom.pdf. Acesso em: 02 mar. 2022.

DAMIAN, I. P. M. Inter-relações entre gestão do conhecimento e memória organizacional. Palabra Clave (Argentina), La Plata, v. 10, n. 1, 2020. DOI: 10.24215/18539912e106. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/download/149262. Acesso em: 20 jun. 2022.

DAMIAN, I. P. M.; MORO CABERO, M. M. Diretrizes estratégicas baseadas nos fatores críticos de sucesso da Gestão do Conhecimento voltadas às características da memória organizacional. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 30, n. 2, 2020a. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/52478 . Acesso em: 20 jun. 2022.

DAMIAN, I. P. M.; MORO CABERO, M. M. Mapeamento da produção científica sobre gestão do conhecimento e memória organizacional: um enfoque sobre os modelos de implantação e os fatores críticos de sucesso. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v.10, n. 3, p. 226-245, set./dez. 2020c. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/download/155872. Acesso em: 20 jun. 2022.

DAMIAN, I. P. M.; MORO CABERO, M. M. Modelos de gestão do conhecimento voltado às características da memória organizacional. Informação & Informação, Londrina, v. 26, n. 3, p. 157-180, out. 2021. Disponível em: https://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/39996. Acesso em: 20 jun. 2022.

DAMIAN, I. P. M.; MORO CABERO, M. M. Proposição de um modelo de gestão do conhecimento voltado às características da memória organizacional. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 25, p. 01-21, 2020b. DOI: 10.5007/1518-2924.2020.e73691. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2020.e73691. Acesso em: 20 jun. 2022.

DAVENPORT, T.; PRUSAK, L. Conhecimento empresarial: como as organizações gerencial seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. 237p.

ESTEVÃO, J. S. B.; STRAUHS, F. R. Proposta de uma ontologia como modelo de referência no domínio da Memória Organizacional Histórica. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 18, n. 4, p. 35-53, dez. 2013. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1548. Acesso em: 20 jun. 2022.

ETZIONI, A. Organizações modernas. São Paulo: Pioneira, 1967.

FEITOZA, R. A. B.; DUARTE, E. N. A interface entre a memória organizacional e a gestão do conhecimento. Ágora, Florianópolis v. 27, n. 55, p. 401-428, 2017. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/14148. Acesso em: 20 jun. 2022.

FEITOZA, R. A. B.; DUARTE, E. N. Interface entre a memória organizacional e a gestão do conhecimento: observações no arquivo do SEBRAE – PB. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Cristovão, v. 8, 2021. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/rebecin/article/view/273. Acesso em: 20 jun. 2022.

FEITOZA, R. A. B.; DUARTE, E. N. Visões epistemológicas da Gestão do Conhecimento na Ciência da Informação. João Pessoa: Editora UFPB, 2020.

FREIRE, P. S.; TOSTA, K. C. B. T.; HELOU FILHO, E. A.; SILVA, G. G. Memória organizacional e seu papel na gestão do conhecimento. Revista de Ciência da Administração, Florianópolis, v.14, n.33, p.41-51, ago. 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/adm/article/view/25324. Acesso em: 1 mar. 2021.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MATTERA, T. C. Gestão do conhecimento na prática. In: SOUTO, L. F. (org.). Gestão da informação e do conhecimento: práticas e reflexões. Rio de Janeiro: Interciência, 2014. p. 199-220.

MENEZES, E. M. Estruturação da memória organizacional de uma instituição em iminência de evasão de especialistas: um estudo de caso da CONAB. Dissertação (Mestrado) - Gestão do Conhecimento e da Tecnologia, Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2006.

NASCIMENTO, N. M.; VITORIANO, M. C. de C. P. O estudo da produção documental e a memória organizacional em ambientes empresariais. Em Questão, Porto Alegre, v. 23, n. 1, p. 202–227, 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/65931. Acesso em: 20 jun. 2022.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação do conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 5.ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997. 358p.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Gestão do conhecimento. Porto Alegre: Bookman, 2008

PEREIRA, H. J. Bases Conceituais de um modelo de gestão para organizações baseadas no conhecimento. In: XXII Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica – FIA/USP. 2002. Anais [...]. Salvador, nov. 2002.

PEREIRA, K. R.; TENÓRIO JUNIOR, N. N.; MENEGASSI, C. H. M. Gestão do conhecimento em ferramentas de chat no contexto organizacional: práticas para a recuperação do conhecimento. Brazilian Journal of Information Science: research trends, Marília, v. 15, p. e02120, 2021. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/11840. Acesso em: 20 jun. 2022.

PEREIRA, M. O. F.; SILVA, H. F. N.; PINTO, J. S. P. A memória organizacional nos processos de gestão do conhecimento: um estudo na um estudo na universidade Federal do Paraná. Informação & Informação, Londrina (PR), v.21, n.1, p.348-374, jan./abr. 2016. DOI: 10.5433/1981-8920.2016v21n1p348. Disponível em: file:///C:/Users/Juliana/Downloads/18253-116946-1-PB%20(1).pdf Acesso em: 13 fev. 2020.

PROBST, G.; RAUB, S.; ROMHARDT, K. Gestão do conhecimento: os elementos construtivos do sucesso. Porto Alegre: Bookman. 2002. 286p.

SANTOS, A. P. Amnésia Organizacional: em Estudo de Caso Sobre a Memória na Administração Pública Federal. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 3, n. 1, p. 36-56, 2012. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42368. Acesso em: 20 jun. 2022.

SANTOS, B. R. P.; DAMIAN, I. P. M. O mapeamento do conhecimento por meio da análise SWOT: estudo em uma organização pública de saúde. Em Questão, Porto Alegre, v. 24, n. 3, p. 253–274, 2018. DOI: 10.19132/1808-5245243.253-274. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/76910. Acesso em: 20 jun. 2022.

SANTOS, J. C. Memória organizacional: o valor da informação como negócio/commodity. Orientadora: Marta Lígia Pomim Valentim. 2019. 223f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Faculdade de Filosofia e Ciências – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2019. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/183566/santos_jc_dr_mar.pdf?sequence=3&isAllowed=y. Acesso em: 28 fev. 2021.

SANTOS, J. C.; MORO-CABERO, M. M.; VALENTIM, M. L. P. A memória organizacional como diferencial competitivo em ambientes organizacionais. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS (SEPECH): HUMANIDADSS, ESTADO E DESAFIOS DIDÁTICOS-CIENTÍFICOS, 10., 2016. Anais Eletrônico [...]. Londrina: UEL, 2016. Disponível em: http://pdf.blucher.com.br.s3-sa-east-1.amazonaws.com/socialsciencesproceedings/xi-sepech/gt13_89.pdf Acesso em: 13 jul. 2018.

SANTOS, J. C.; VALENTIM, M. L. Knowledge Management and its Interrelations With organizational memory. In: SILVA, E.; VALENTIM, M. L. P. (org.). Role of Information Science in a complex society. Hershey: IGI Global, 2021 p. 145-162.

SPILLER; A.; PONTES, C. C. C. Memória organizacional e reutilização do conhecimento técnico em uma empresa do setor eletroeletrônico no Brasil. RBGN, São Paulo, v.9, n.25, p.96-108, set./dez. 2007. Disponível em: http://rbgn.fecap.br/RBGN/article/viewFile/149/95. Acesso em: 11 fev. 2021.

TREVISAN, L. C.; DAMIAN, I. P. M. Gestão do conhecimento: diretrizes e práticas recomendadas às organizações. Ciência da Informação, Brasília, DF, v.47 n.2, p.21-34, maio/ago. 2018.

VALENTIM, M. L. P. Gestão da informação e gestão do conhecimento em ambientes organizacionais: conceitos e compreensões. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, [S. l. ]., v. 1, n. 1, p. 1-16, 2008a. Disponível em: http://inseer.ibict.br/ancib/index.php/tpbci/article/view/110/151. Acesso em: 11 fev. 2022.

VALENTIM, M. L. P. Informação e conhecimento em organizações complexas. In: VALENTIM, M. L. P. (org.). Gestão da informação e do conhecimento no âmbito da Ciência da Informação. São Paulo: Polis: Cultura Acadêmica, 2008b, p.11-26; 268p.

VALENTIM, M. L. P.; GELINSKI, J. V. V. Gestão do conhecimento como parte do processo de inteligência competitiva organizacional. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.15, n.2, p.41-59, jul./dez. 2005. Disponível em: http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?dd0=0000003603&dd1=4087e. Acesso em: 11 fev. 2021.

VITORIANO, M. C. C. P. Políticas de preservação da memória e conhecimento organizacional: interfaces com a gestão do conhecimento. Apresentado em: 22 set. 2015. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Unesp. 28 slides.

WALSH, J. P.; UNGSON, G. R. Organizational memory. The Academy of Management Review, v.16, n.1, p.57-91, 1991. Disponível em: http://jamespwalsh.com/Resources/Walsh%20and%20Ungson%20-%201991%20-%20Organizational%20memory.pdf. Acesso em: 7 set. 2018.

ZANCANARO, A. et al. Mapeamento da produção científica sobre memória organizacional e ontologias. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 18, n. 1, p. 43-65, mar. 2013. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1582. Acesso em: 20 jun. 2022.

Publicado

2023-02-07

Como Citar

SANTOS, Juliana Cardoso dos; MOLINA, Letícia Gorri. Memória repertório e suas inter-relações com a gestão do conhecimento em ambientes organizacionais. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 28, p. 1–22, 2023. DOI: 10.5007/1518-2924.2023.e89762. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/89762. Acesso em: 24 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.