O ético da condição humana na era da civilização tecnológica

Angela Luzia Miranda

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2009v6n1p48

 

A dimensão ética da condição humana em nossa época ocupa cada vez mais os espaços das discussões filosóficas. Neste cenário, o princípio da responsabilidade vem sendo amplamente pesquisado, sobretudo, por aqueles que se dedicam a estudar a dimensão ética da tecnologia moderna. Em seu ensaio de uma ética para a civilização tecnológica, Hans Jonas se dedica a fundamentar uma ética, cujo princípio é a responsabilidade, tendo em vista que vivemos na era da civilização tecnológica. Este artigo pretende aprofundar a gêneses da responsabilidade em Jonas, considerando a influência que ele recebe de seu mestre Martín Heidegger. Ao mesmo tempo em que se propõe analisar a intrínseca e intrigante relação entre a ontologia do cuidado em Heidegger e a ética da responsabilidade em Jonas, o texto busca também instigar o debate sobre a possibilidade de uma ética para a civilização tecnológica.

Palavras-chave: Filosofia da técnica; Ética e tecnologia; Ontologia; Martin Heidegger; Hans Jonas.

 


Palavras-chave


filosofia da técnica; ética e tecnologia; ontologia; philosophy of technology, ethics and technology, ontology; filosofía de la técnica, ética y tecnología; ontología; Martin Heidegger; Hans Jonas

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-1384.2009v6n1p48

Direitos autorais



R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsConteúdos do periódico licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.