Fazer ciência em uma época marcada pela tecnologia

Autores

  • Alberto Oscar Cupani Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-1384.2014v11n2p1

Palavras-chave:

Tecnociência, Tecnologia como condição da ciência, Ciência e problemas humanos

Resumo

http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2014v11n2p1

A tecnologia é hoje condição da maior parte da pesquisa científica, que se pratica em um mundo crescentemente tecnológico. Como resultado, a ciência tradicional, “acadêmica”, endereçada a produzir conhecimento objetivo da realidade, vai sendo substituída pela denominada tecnociência, instrumento para alcançar finalidades extracientíficas. Essa mudança encerra riscos para a qualidade do conhecimento científico e ameaça a expectativa de que a ciência contribua para resolver adequadamente nossos problemas, pois o predomínio social da mentalidade tecnológica os reduz a questões técnicas.

Biografia do Autor

Alberto Oscar Cupani, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC

Doutor em Filosofia pela Universidad Nacional de Córdoba, Pós-doutorado na Universidade de Paris 7 (1994-1995). Graduação em Licenciatura em Filosofia - Universidad Nacional de Córdoba, Argentina, pesquisador do CNPq de 1987 a 2008. Lecionou em diversas universidades da Argentina e na UFSM (Brasil). Professor titular em DE da Universidade Federal de Santa Catarina até sua aposentadoria em Março de 2013. A sua área de docência (graduação e pós-graduação) e pesquisa é a Filosofia da Ciência, investigando principalmente os seguintes temas: ciência e valores, racionalidade e objetividade da ciência, ciência e controle da Natureza, filosofia da tecnologia, epistemologia das ciências humanas, filosofia da História. Autores mais estudados: Thomas Kuhn, Mario Bunge, Paul Feyerabend, Hugh Lacey.

Downloads

Publicado

2014-12-01

Edição

Seção

Artigos