Desenhos de resistência na cidade videovigiada: considerações sobre a recusa criativa no contexto biopolítico contemporâneo

Autores

  • Eledison de Souza Sampaio Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, BA

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-1384.2015v12n2p34

Palavras-chave:

Disciplina, Controle, Videovigilância, Desenhos de Resistência, Cidade Contemporânea

Resumo

O texto tece considerações sobre o desenho de resistência na sociedade biopolítica contemporânea. Em um primeiro momento, retoma uma discussão sobre as “sociedades disciplinares” e “sociedades de controle”, para, posteriormente, colocar a questão da resistência criativa como fluxos insurgentes nas cidades brasileiras. Com isso, será possível demarcar alguns movimentos políticos atuais que apontam para o caráter ambivalente da sociedade biopolítica contemporânea. 

Biografia do Autor

Eledison de Souza Sampaio, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, BA

Mestre em Desenho, Cultura e Interatividade pela Universidade Estadual de Feira de Santana. Bacharel em Humanidades pela Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA.

Referências

ARENDT, Hannah. A condição humana. 10. Ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2009.

BHABHA, Homi. O local da cultura. In: Civilidade dissimulada. Belo Horizonte: UFMG, 1998, p. 139-149.

BOGARD, William. Theorizig Surveillance. In Surveillance assemblage and lines of flight, 2006. Ed. Portland, OR: Willam.

BRUNO, Fernanda. Máquinas de ver, modos de ser: vigilância, tecnologia e subjetividade. – Porto Alegre: Sulina, 2013, 190 p.; (Coleção Cibercultura).

CAMPOS, Ricardo. Pintando a cidade: uma abordagem antropológica do graffiti urbano. (Doutoramento em Antropologia), Universidade Aberta, Portugal, 2007.

CASTRO, Rafael Barreto; PEDRO, Rosa Maria Leite. Redes de vigilância: experiência da segurança e da visibilidade articuladas às câmeras de monitoramento urbano. Porto Alegre: Sulina, 2010, p. 36-60.

DELEUZE, Gilles. Conversações. Rio de Janeiro. Editora 34, 1992.

DELEUZE, Gilles. Foucault. Editora brasiliense: São Paulo, 2011.

DELEUZE, Gilles. Deux régimes de fous (textes et entretiens 1975-1995). Paris: Les Éditions de Minuit, 2003.

DUARTE, André. Vidas em risco: crítica do presente em Heidegger, Arendt e Foucault. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FERREIRA, Lucas Tavares. O traçado das redes: etnografia dos grafiteiros e a sociabilidade na metrópole. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais). Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, 2006.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. História da violência nas prisões. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2013.

FOUCAULT, Michel. Segurança, Território, População. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 1993.

FOUCAULT, Michel. A sociedade disciplinar em crise (1978). In: Ditos e escritos IV: estratégia, poder-saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

FOUCAULT, Michel. Sobre a História da sexualidade. In: Microfísica do poder. Trad. Roberto Machado. Rio de Janeiro: Graal, 2000.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade, curso no Collège de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes, 2002.

FUCHS, Christian. Como podemos definir vigilância? Matrizes, São Paulo. Jul-dez, 2011, p. 109-136.

HARDT, Michael; NEGRI, Antônio. Império. 8. Ed. Rio de Janeiro, 2006, p. 42-49.

___________________. A produção biopolítica. In: PARENTE, André (Org.). Tramas da rede: novas dimensões filosóficas, estéticas e políticas da comunicação. Porto Alegre: Sulina, 2004.

MELGAÇO, Lucas. Estudantes sob controle: a racionalização do espaço escolar através do uso de câmeras de vigilância. O social em questão - Ano XV- nº 27, 2012.

MELGAÇO, Lucas. Securização Urbana: da psicoesfera do medo à tecnosfera da segurança.2010. 274f. Tese (Doutorado), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

KANASHIRO, Marta Mourão. Sorria, você está sendo filmado: as câmeras de monitoramento para segurança em São Paulo. 2006. 123f. Dissertação (Mestrado em Sociologia), Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

LYON, David. Vigilância e visibilidade: espaço, tecnologia e identificação. Porto Alegre: Sulinas, 2010, p. 115-140.

MACHADO, Roberto (org). Microfísica do Poder (textos, entrevistas de Michel Foucault). Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

MOURA, Rosa. A cidade vigiada. The Truman Show, de Peter Weir, Vitruvius, 1998.

MOURA, Rosa. Um ensaio sobre o controle da cidade e do cidadão contemporâneo. Revista Cidades. 2006.

PASSETI, Edson. Segurança, confiança e tolerância: comandos da sociedade de controle. São Paulo em Perspectiva, 18(1): 151-160, 2004.

______________. Fluxos libertários e segurança. Revista Verve, v. 20. 2011, p. 49-78.

RODRIGUES, Cristina Zanella. Discurso da vigilância na escola: o caso do sorria você está sendo filmado. Congresso Internacional Linguagem e Interação, 2005, São Leopoldo. Congresso Internacional Linguagem e Interação, 2005.

RUIZ, Castor. Os paradoxos do imaginário. Editora Unisinos, 2003, p. 29-47.

SAMPAIO, Eledison de Souza. Práticas de videovigilância na cidade contemporânea: o caso da UFBA – Campus de Ondina. 2014. 131f. Dissertação (Mestrado em Desenho, Cultura e Interatividade) – Departamento de Letras e Artes, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana (BA), 2014.

SAMPAIO, Eledison; ZORZO, Francisco. Problematizações sobre videovigilância. II Encontro de Estudos Baiano de Estudos em Cultura, UFRB, 2012.

VIRILIO, Paul. A cidade superexposta. In: O espaço crítico. Ed. 34: Rio de Janeiro,

, p.7-21.

ZIZEK, Slavoj e DALY, Glyn. Arriscar o impossível: conversas com Zizek. São Paulo: Martins fontes, 2006.

ZORZO, Francisco Antônio. Procedimentos visuais: alguns problemas do desenho contemporâneo. Anais do Graphica, 2007.

WILLIAMS, James. Pós-estruturalismo como filosofia da diferença. Diferença e repetição, de Gilles Deleuze. 2012.

Downloads

Publicado

2015-12-15

Edição

Seção

Artigos - Condição Humana na Modernidade