Interdisciplinaridade: da totalidade à prática pedagógica

Autores

  • Fernando José Martins Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR
  • Maristela Soldá Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR
  • Noemi Ferreira Felisberto Pereira Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Foz do Iguaçu, PR

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-1384.2017v14n1p1

Resumo

Este artigo faz reflexões sobre a interdisciplinaridade no intuito de contribuir na compreensão de tal categoria. Partimos do pressuposto de que a realidade é dinâmica, sendo os sujeitos que escrevem/desenham os circuitos da história, influenciados pelo conjunto de relações sociais em que estão inseridos. Por isso, as discussões teóricas tornam-se necessárias, pois buscam romper com a forma tradicional do conhecimento e de escola. Assim, trabalhar na perspectiva da interdisciplinaridade na proposta de uma escola pode propiciar uma formação para emancipação humana, na qual os sujeitos inseridos têm a tarefa de tornar realidade novas formas de organizar o espaço considerando a totalidade social. Baseada na pesquisa bibliográfica de cunho qualitativa, discorreremos sobre a evolução da ciência buscando apresentar os fatos que possibilitaram as mudanças de paradigmas. Apresentamos, também, discussões sobre a interdisciplinaridade como um caminho para compreensão dos fenômenos na perspectiva da totalidade e finalizamos compreendendo o processo interdisciplinar na prática pedagógica. Verificou-se que a interdisciplinaridade é uma necessidade decorrente da própria evolução da ciência e da realidade social que é, ao mesmo tempo, una e diversa. 

Biografia do Autor

Fernando José Martins, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil. Professor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR, Brasil

Maristela Soldá, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR

Mestranda em Sociedade, Cultura e Fronteiras na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR, Brasil. Professora da Rede Pública Municipal de Cascavel em Cascavel, PR, Brasil

Noemi Ferreira Felisberto Pereira, Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Foz do Iguaçu, PR

Mestranda em Sociedade, Culturas e Fronteira na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR. Técnica em Assuntos Educacionais na Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Foz do Iguaçu, PR, Brasil

Referências

ALVARENGA, A.T. et al. Histórico, fundamentos filosóficos e teórico-metodológicos da interdisciplinaridade. In: PHILIPPI JR., A; SILVA NETO, A. (Orgs.) Interdisciplinaridade em ciência da tecnologia e inovação. Barueri, SP: Manole, 2011, p. 3-67.

ARANHA, Maria Lucia de Arruda. MARTINS, Maria Helena Pires. Temas de filosofia. 3ª edição. São Paulo: Moderna, 2005.

ETGES, Norberto J. Ciência, Interdisciplinaridade e Educação. In: JANTSCH. Ari Paulo, BIANCHETTI. Lucídio, (Orgs) Interdisciplinaridade: para além da filosofia do sujeito. 9ª ed. Petropolis, RJ: Vozes, 2011, p.60-94.

FARIA, José Henrique de. Epistemologia crítica, metodologia e interdisciplinaridade. In. PHILIPPI, Arlindo Jr. FERNANDES, Valdir Práticas da interdisciplinaridade no ensino e na pesquisa. Barueri, SP: Manole, 2015.

FREITAS, Luiz Carlos de. Crítica da Organização do trabalho Pedagógico e da didática.11ªed. Campinas. São Paulo: Papirus, 2012.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A Interdisciplinaridade Como Necessidade e Como Problema Nas Ciências Sociais. In. Ideação. Foz do Iguaçu/PR, v.10, n.1, 2008 p. 41-62.

KOSIK, Karel. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 7ª Edição. 1986.

MARX, Karl. O Capital (Crítica da Economia Política). Livro 1: O processo de produção do capital. 7. ed. DIFEL Difusão Editorial S.A., 1982. vol. 1.

POMBO, Olga. Epistemologia e Interdisciplinaridade. In: Ideação. Foz do Iguaçu/PR, v.10, nº 01, 2008, p. 9 – 40.

RANIERI, Carli. Antropologia Filosófica. Curitiba: Ibpex, 2009.

Downloads

Publicado

2017-01-08

Edição

Seção

Artigos - Condição Humana e Saúde na Modernidade