A homofobia como uma das faces do bullying: análise em periódicos científicos da Educação Física

Galdino Rodrigues de Sousa, Fabiano Pries Devide, Talita de Resende Andrade, Elaine Valéria Rizzuti

Resumo


Considerando a incidência das questões de gênero nas escolas, as mais variadas formas de bullying e a alta expressividade desse fenômeno nas aulas de Educação Física escolar, tivemos como objetivo mapear artigos a respeito dessa temática em quatro periódicos da área, bem como sua possível relação com a homofobia ou bullying homofóbico. Estabelecemos algumas questões norteadoras, a saber: Com que intensidade os principais periódicos da Educação Física trazem artigos voltados para a discussão do bullying? Quais as principais características e os principais objetivos dessas investigações? Existem artigos que estabelecem relação entre o fenômeno bullying e a homofobia? O resultado encontrado assinala escassos os estudos sobre o bullying e a homofobia, sendo poucas também as estratégias possíveis de intervenção e alternativas para minimizar seus eventuais conflitos. Acerca da discussão sobre bullying homofóbico não foram encontrados resultados em nossa pesquisa.


Palavras-chave


Periódicos científicos; Educação física; Bullying homofóbico

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALVES-MAZZOTTI, Judith.; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O método nas Ciências Sociais e Naturais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2:ed. São Paulo: PioneiraThomson, 2002

AZEVEDO, Leonardo Francisco de. Bullying e homofobia na escola: processo de construção de identidades e o estranhamento do outro. In: RAM 2009. VIII Reunión de Antropologia del Mercosur. Disponível em: < http://www.ram2009.unsam.edu.ar/GT/GT%2017%20%E2%80%93%20Deseos%20que%2 Confr ontan%20Estudios%20sobre%20Sexualidades%20Dissidentes/GT17- Ponencia%5BAzevedo%5D.pdf > Acesso em: 03/07/2017.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOMFIM, Daiane Lopes et al. Ocorrência de bullying nas aulas de Educação Física em uma escola do distrito federal. Pensar a Prática, v. 15, n. 2, jun. 2012.

BORRILLO, Daniel. Homofobia: história e crítica de um preconceito. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2010.

BUTLER, Judith. Problema de los géneros, teoría feminista y discurso psicoanalítico. In: NICHOLSON, J. Linda (Org.). Feminismo/posmodernismo. Buenos Aires: Feminaria Editora, 1992. p. 75- 95

CANDAU, Vera Maria. Somos todos iguais? Escola, discriminação e educação em direitos humanos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

CAPINUSSÚ, José Maurício; BOTELHO, Rafael Guimarães. ‘Bullying’ e Educação Física na Escola: características, casos, consequências e estratégias de intervenção. Revista de Educação Física, n. 39, dez./ 2007.

DEVIDE, Fabiano Pries. et al. Estudos de Gênero na Educação Física. Motriz, v.17, n.1, p.93-103, 2011.

DEVIDE, Fabiano Pries; PEÇANHA, Morjana Brito. O discurso dos docentes do primeiro segmento do ensino fundamental sobre o bullying homofóbico na Educação Física escolar. Revista Digital-Buenos Aires, año 15, n.146, p.1-11, Jul/2010.

DIAZ, Gabriela Andrea; SOUZA, Mériti de. Bullying homofóbico: um nome “diferente” para a violência? In: Seminário Internacional Fazendo Gênero, 9., 2010, Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis: Seminário Internacional Fazendo Gênero, 2010. Comunicações Livres. Disponível em: . Acessado em: 08 de agosto/2017.

FANTE Cleo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência e educar para a paz. São Paulo: Verus, 2005.

GOELLNER, Silvana Vilodre. Gênero, Educação Física e Esportes. In.: Votre, Sebastião José. (org.). Imaginário e Representações Sociais em Educação Física, Esporte e Lazer. Rio de Janeiro: UGF, p. 215-227. 2001.

GOELLNER, Silvana Vilodre. Gênero. In: FENSTENSEIFER, Paulo Evaldo; GONZÁLEZ, Fernando Jaíme. Dicionário Crítico de Educação Física. Ijuí: Unijuí, 2005, p. 205-207.

GONÇALES, Cynara; PIMENTEL, Giuliano Gomes; PEREIRA, Beatriz. Escárnio de corpos, cyberbullying e corrupção do lúdico. Movimento, Porto Alegre, p. 965-988, maio 2014.

HALL, Stuart. Identidade cultural na pós-modernidade. 11.ed. Rio de Janeiro: DP&A, 1997

LARAIA, Roque. Cultura: um conceito antropológico. 15ª ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

LE BRETON, David. A sociologia do corpo. Petrópolis:Editora Vozes; 2006.

LECH, Marlise, Agressão na escola: como entender e lidar com essa questão. Porto Alegre.

Ed. Mediação, 2007.

LEVANDOSKI, Gustavo; CARDOSO, Fernando Luiz. PERCEPÇÃO DOCENTE SOBRE AS RELAÇÕES DE AGRESSIVIDADE, LÚDICO E BULLYING NA ESCOLA. Pensar a Prática, v. 13, n. 2, set. 2010.

LINHARES, Riana Duarte; FARIA, João Paulo Oliveira; LINS, Raquel Guimarães. O bullying na educação física escolar e sua diferença entre meninos e meninas. Rev. Pensar a Prática, Goiânia, v.16, n.2, p. 320-618,abr./jun. 2013.

LISBOA, Carolina; BRAGA, Luiza de Lima; EBERT, Guilherme. O fenômeno bullying ou vitimização entre pares na atualidade: definições, formas de manifestação e possibilidades de intervenção. Contextos Clínic, São Leopoldo – RS, vol.2, n.1, p. 59-71. 2009.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. 3.ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

LOURO, Guacira Lopes. Um corpo estranho: ensaios sobre sexualidade e teoria ‘queer’. Belo Horizonte: Autêntica: 2004.

LOUZADA, Mauro; DEVIDE, Fabiano Pries. Educação Física escolar, co-educação e gênero: mapeando representações de discentes. Movimento, Porto Alegre, v. 12, n. 3, p. 123-140, 2006.

MAGALHÃES, Teresa. Maus tratos em crianças e jovens: guia prático para profissionais. Coimbra: Quarteto, 2004.

OLIVEIRA, Xênia Ferreira de; GODOI, Marcos Roberto; SANTOS, Luciene Neves. A opinião dos professores de educação física do ensino médio sobre a homossexualidade e a homofobia na escola. Pensar a Prática, Goiás, v. 17, n. 4, dez. 2014.

PRADO, Vagner Matias do; MIRANDA, Arilda Ines Ribeiro. Gêneros, sexualidades e Educação Física escolar: um início de conversa. Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 2, p. 402-413, 2010.

SILVA, Paula; BOTELHO-GOMES, Paula; GOELLNER, Silvana Vilodre. Educação Física no sistema educativo português: Um espaço de reafirmação da masculinidade hegemônica. Rev. bras. Educ. Fís. Esp., São Paulo, v.22, n.3, p.219-33, jul./set 2008.

SOARES, Carmem Lúcia. et. al. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

TEIXEIRA, Renan Kleber Costa, SILVEIRA, Tiago Santos; BOTELHO, Nara Macedo, PETROIANU, Andy. Citação de artigos nacionais: a (des)valorização dos periódicos brasileiros. Rev Col Bras Cir, 39(5), 2012. Disponível em: . Acessado em: 01 de ma./2017.

WENETZ, Ileana; STIGGER, Marco Paulo; MEYER, Dagmar Estermann. As (des)construções de gênero e sexualidade no recreio escolar . Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 27, n. 1, p. 117-128, mar. 2013.

WEIMER, Weyboll Rocha.; MOREIRA, Evando Carlos. Violência e bullying: manifestações e consequências nas aulas de Educação Física escolar. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v. 36, n.1, p.257-274, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2018v30n54p245



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA