Retratos da dança japonesa em Londrina, Paraná

Vitor Hugo Marani, Fernanda Marques Tresinari Camargo, Silvia Pavesi Sborquia

Resumo


Esta pesquisa buscou investigar as manifestações da dança japonesa em Londrina, no Paraná, por meio da apreensão dessa cultura corporal via diálogo com diferentes grupos que se organizam na cidade. Para tanto, utilizou como procedimento de coleta de dados a análise documental – constituída por reportagens da dança japonesa no Jornal Folha de Londrina de 1980 a 2010 – e entrevistas semiestruturadas com coordenadores dos grupos mapeados. O tratamento dos dados seguiu a análise de conteúdo temática, baseada nas transcrições dos relatos. A inferência dos dados permitiu concluir que a dança japonesa na cidade de Londrina, no Paraná, estrutura-se no sentido de contribuir com a permanência da cultura dos japoneses imigrantes e suas famílias, e, também, para construir uma cultura própria da colônia que se estabeleceu na região, adaptada a partir das novas demandas culturais remanescentes da sociedade contemporânea.


Palavras-chave


Cultura corporal; Manifestações populares; Dança

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALVIM, Zuleika. A Vida Privada dos Pobres do Campo. In: NOVAIS, Fernando; SEVCENKO, Nicolau. (Orgs.). História da Vida Privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, v.2, 1998.

ARIAS NETO, José Miguel. O Eldorado: representações da política em Londrina (1930-1975). 2 ed. Londrina: Ed. UEL, 1998.

ASARI, Alice Yatiyo. E eu só queria voltar ao Japão: colonos japoneses em Assaí (PR). 1992. Tese (Doutorado) Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOURCIER, Paul. A história da dança no ocidente. 2 ed. São Paulo: Martins Pontes, 2001.

CAMARGO, Fernanda Marques Tresinari; SBORQUIA, Silvia Pavesi. Mapeamento dos grupos de dança em Londrina-Pr. In: ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO, 2013, 22, 3, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu, 2013.

CANCLINI, Nestor Garcia. As culturas populares no capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1983.

______. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 4 ed. São Paulo: Edusp, 2004.

CAPELO, Maria Regina Clivati. Educação, escola e diversidade cultural no meio de Londrina: quando o presente reconta o passado. 2000. Tese (Doutorado em Educação) Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

CHAUÍ, Marilena. Conformismo e resistência: aspectos da cultura popular no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1995.

FARO, Antonio José. Pequena história da dança. 4 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

FERNANDES, Priscila Martins. Identidade e memória de imigrantes japoneses e descendentes em Londrina 1930-1970. Dissertação (Mestrado) Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2010.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1989.

_____. O Saber local: novos ensaios em antropologia interpretativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

HALL, Stuart. Da diáspora. Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: UFMG Brasília: Representação da UNESCO no Brasil, 2003.

KUBOTA, Nádia Fujiko Luna. Bon Odori e Sobá: As Obasan na Transmissão das Tradições Japonesas em Campo Grande-MT. Dissertação (Pós-Graduação em Ciências Sociais) Universidade Estadual Paulista, Marília, 2008.

LARA, Larissa Michelle. Dimensão epistemológica da dança: leituras, prospecções incompletudes. In: Larissa Lara. (Org.). Dança: dilemas e desafios na contemporaneidade. 1ed. Maringá: Eduem, 2013a.

_____. Maracatu-nação e sentido ético-estético do corpo. In: Isabel Cristina Martins Guillen. (Org.). Inventário cultural dos maracatus nação. 1ed. Recife: UFPE, 2013b.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 17 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

LEMES, Francismar. Londrinenses dançam na Terra do Sol Nascente. Folha de Londrina, Londrina, 02 abr. 2008. Folha 2, p.1.

MAESIMA, Cacilda. Japoneses, multietinicidade e conflito na fronteira: Londrina, 1930/1958. Tese (Doutorado) apresentada na Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia, Departamento de História, 2012.

MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo, EPU/EDUSP, 1974.

NEIRA, Marcos Garcia; NUNES, Mario Luiz Ferrari. Pedagogia da cultura corporal: crítica e alternativas. São Paulo: Phorte, 2006.

OGAMA, Walter. Bom Odori para entreter os vivos. Folha de Londrina, Londrina, 07 jun. 2002. Folha 2.

OGUIDO, Homero. De imigrantes a pioneiros: a saga dos japoneses no Paraná. Curitiba: [s.n.]. 1988.

PORTINARI, Maribel. História da dança. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.

SÁNCHEZ GAMBOA, Silvio. A pesquisa na construção da universidade: o compromisso com a aldeia num mundo globalizado. In: José Claudinei Lombardi. (Org.). Pesquisa em Educação, História, Filosofia e Temas Transversais. 2 ed. Campinas: Autores Associados, 2000.

SANO, Rui Kban. Japoneses: sonhos e pesadelos. Trabalhadores, Campinas, SP, p.1-4, 1989. Disponível em: . Acesso em: 7 mar. 2008.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. São Paulo: Cortez, 2003.

SBORQUIA, Silvia Pavesi; NEIRA, Marcos Garcia. As danças folclóricas e populares no currículo da Educação Física: possibilidades e desafios. Motrivivência, ano XX, nº 31, p. 7-98, dez/2008.

SCHWARTZ, Widson; FUZII, Estela Okabayashi. (Orgs.). História da imigração japonesa no Paraná. Londrina (PR): Aliança Cultural Brasil-Japão do Paraná, 2005.

SILVA, Tomaz Tadeus da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da. (Org.) Identidade e diferença: perspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis: Vozes, 2000.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1997.

WAWZYNIAK, Sidinalva Maria dos Santos. “Colônia” como representação: Imigração japonesa no Brasil. In: HASHIMOTO, Francisco; TANNO, Janete Leiko; OKAMOTO, Monica Setuyo. (Orgs.). Cem anos da imigração japonesa: história, memória e arte. São Paulo: Editora da UNESP, 2008.

YAMAKI, Humberto Tetsuya. Mini atlas da colônia internacional: as terras da CNTP. Londrina: Edições Humanidades, 2008.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2018v30n55p108



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA