Em companhia do personal trainer: significados atribuídos pelos alunos ao atendimento personalizado

Maurício Leite da Silva, Cibele Biehl Bossle, Alex Branco Fraga

Resumo


Este estudo objetivou compreender os significados do atendimento do personal trainer para o respectivo aluno deste profissional. É uma pesquisa de cunho qualitativo que se sustenta na literatura especializada sobre as temáticas personal trainer e treinamento personalizado. O estudo se valeu da análise de conteúdo como método e da entrevista semiestruturada como ferramenta metodológica. Foram entrevistados sete alunos de treinadores personalizados de uma academia de ginástica da cidade de Cachoeirinha/RS, Brasil. Após a análise das entrevistas, foi possível compreender que o atendimento do personal trainer para os alunos entrevistados significa resultados rápidos, confiança e motivação.  


Palavras-chave


Educação Física e Treinamento; Pesquisa Qualitativa; Análise Qualitativa

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANVERSA, A. L. B.; OLIVEIRA, A. A. B. Personal trainer: competências profissionais demandadas pelo mercado de trabalho. Pensar a Prática, Goiânia, v. 14, n. 3, set./dez., 2011.

BARBOSA, M. Treinamento personalizado: estratégias de sucesso, dicas práticas e experiências do treinamento individualizado. São Paulo: Phorte, 2008.

BOSSLE, C. B.“Personal Trainer & Cia”: noções de marketing na literatura sobre treinamento personalizado. Dissertação (Mestrado em Ciências do Movimento Humano). Escola de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Porto Alegre, 2009.

____; FRAGA, A. B. O Personal Trainer na Perspectiva do Marketing. RBCE, v. 33, n. 1, jan./mar, 2011.

BROOKS, Douglas S. O livro completo do treinamento personalizado. São Paulo: Phorte, 2008.

DOMINGUES FILHO, Luiz Antônio. Manual do Personal Trainer Brasileiro. São Paulo: Ícone, 2006.

DUARTE, R. Entrevistas em Pesquisas Qualitativas. Educar, Curitiba, n. 24, p. 213-225, 2004.

ELIAS, A. L.; VOSER, R. C. O estresse e a Síndrome de Burnout em personal trainers: um estudo descritivo e exploratório. EFDeportes, Buenos Aires, ano 17, n. 173, out., 2012.

FERENCI, D. N.; FALKENBACH, A. P. O treinador pessoal e a prática com alunos com deficiência física/sensorial. EFDeportes, Buenos Aires, ano 12, n. 118, mar., 2008.

GALAND, B. Motivação. In: ZANTEN, A. V. Dicionário de Educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

GARAY, L. C.; SILVA, I. L.; BERESFORD, H. Otreinamento personalizado: um enfoque paradigmático da performance para o do bem-estar. Arquivos em Movimento, Rio de Janeiro, v.4, n.1, jan./jun., 2008.

GOLDIM, J. R. et. al. O Processo de Consentimento Livre e Esclarecido em Pesquisa: uma nova abordagem. Rev. Assoc. Med. Bras., v. 49, n. 4, 2003.

GUISELINI, M. Exercícios aeróbicos: teoria e prática no treinamento personalizado e em grupos. São Paulo: Phorte, 2007.

LEAL, P. H. S. et. al. Perfil profissional de personal trainers que atuam na área de musculação na cidade de Gurupi-TO. Revista CEREUS, n. 5, jun./dez., 2011.

MOLINA NETO, V. Etnografia: uma opção metodológica para alguns problemas de investigação no âmbito da educação física. In: MOLINA NETO, V.; TRIVINÕS, A. N. S. A pesquisaqualitativa na educação física. Porto Alegre: UFRGS/Sulina, 2004.

MÜLLER, A. J. Personal Trainer e seu Marketing Pessoal. EFDeportes, Buenos Aires, ano 13, n. 126, nov., 2008.

NEGRINI, A. Instrumentos de coleta de informações na pesquisa qualitativa. In: MOLINA NETO, V.; TRIVIÑOS, A. N. S. A Pesquisa qualitativa na Educação Física: alternativas metodológicas. Porto Alegre: Sulina, 2010.

NOGUEIRA-MARTINS, M. C. F.; BÓGUS, C. M. Considerações sobre a metodologia qualitativa como recurso para o estudo das ações de humanização em saúde. Saúde e Sociedade, v. 13, n. 3, set./dez., 2004.

O’BRIEN, T. S. O Manual do Personal Trainer. São Paulo: Editora Manole, 1999.

OLIVEIRA, R. C. Personal Training. São Paulo: Atheneu, 1999.

PADILHA, M. I. C. S. et. al. A responsabilidade do pesquisador ou sobre o que dizemos acerca da ética em pesquisa. Texto Contexto Enferm., v. 14, n. 1, jan./mar., 2005.

PERES, Fabiano Pinheiro. Personal Trainer: uma abordagem prática do treinamento personalizado. São Paulo: Editora Phorte, 2013.

RODRIGUES, C. E. C.; CONTURSI, E. B. Manual do Personal Trainer. Rio de Janeiro: Sprint, 1998.

SANCHES, E. W. Responsabilidade civil das academias de ginástica e do personal trainer. São Paulo: Editora Juarez de Oliveira, 2006.

STILBEN, C.; MOLINERO, M.; TELLES, S. Personal trainer e o idoso: um mercado em expansão. Coleção Pesquisa em Educação Física, v.9, n.5, 2010.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2016v28n49p26



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA