Ética e conhecimento: reflexões para a Filosofia da Educação

Autores

  • Renato José Oliveira Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Educação-Filosofia, Ético, Sociologia do conhecimento, Education-Philosophy, Ethics, Knowledge sociology of

Resumo

Este artigo busca estimular a reflexão no campo da filosofia
da educação, tendo como eixo central a seguinte questão: como o conhecimento do mundo (físico e social) torna ou não harmoniosa a convivência entre os homens? Tomando por base momentos significativos da história do pensamento ocidental, o texto foi dividido em três partes: a primeira focaliza as concepções de Platão e Aristóteles ligadas
ao tema e também os principais aspectos da teoria da argumentação de Perelman. A segunda apresenta e critica a visão céptica de Nietzsche, utilizando como referencial teórico a abordagem desenvolvida por Perelman. A terceira discute o ideal grego de perteição e analisa as implicações éticas e educacionais do mito da "saúde perfeita", apontado pelo sociólogo francês Lucien Sfez' como a grande utopia do próximo século.

Biografia do Autor

Renato José Oliveira, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Graduação em Engenharia Química (1982) e licenciatura em Química (1984), ambos pela UERJ; mestrado em Educação pela Fund. Getúlio Vargas - RJ (1990) e doutorado em Educação pela PUC-RJ (1996). Atualmente é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mais informações: http://lattes.cnpq.br/2476531795082160

Downloads

Publicado

1999-01-01