Educação na cultura digital e formação continuada de professores de escolas públicas: percepções de gestores a partir da sua oferta-piloto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2021.e65103

Resumo

Considerando o estabelecimento de uma nova dinâmica cultural contemporânea inerente ao desenvolvimento das tecnologias digitais de informação e comunicação, é perceptível que a educação e a formação de professores acabam sendo impactadas pelas demandas atreladas a essa nova cultura. Dessa forma, o objetivo do presente artigo é refletir sobre os êxitos e limites da proposta do curso de especialização em educação na cultura digital, evidenciados em sua oferta-piloto, levando em consideração as percepções de seus coordenadores. Metodologicamente, trata-se de um estudo de caso com abordagem qualitativa, cujos dados foram produzidos por meio de entrevistas de caráter semiestruturado com o coordenador da oferta-piloto do curso de especialização e com a coordenadora administrativa do projeto de criação do curso. Quanto à ferramenta metodológica adotada para a interpretação dos dados produzidos em campo, a escolha recaiu sobre a análise de conteúdo. Os resultados apontam que alguns elementos centrais na perspectiva teórico metodológica do curso acabaram não se efetivando e precisariam passar por uma reformulação. O alto índice de evasão de cursistas acabou comprometendo as ambições do curso quanto a sua abrangência e metas. Assim, a oferta-piloto acabou cumprindo o seu papel ao verificar os êxitos e limites de uma proposta outrora idealizada, trazendo à tona uma avaliação visando o seu aperfeiçoamento.

Biografia do Autor

Juliano Silveira, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Doutor em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Giovani De Lorenzi Pires, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Educação Física pela UNICAMP

Referências

ALMEIDA, O. C. D. S. D. et al.. Evasão em cursos a distância: fatores influenciadores. Revista Brasileira de Orientação Profissional, Vol.14, nº 1, 2013, p.19-33.

AZEVEDO, A. M. P. et al. Formação continuada na prática pedagógica: a Educação Física em questão. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 04, p. 245-262, outubro/dezembro de 2010. Disponível em: www.seer.ufrgs.br/Movimento/article/download/11809/10854. Acesso em: 14/01/2017.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4ª Edição. Lisboa/Portugal: Edições 70 Lda, 2009.

BIANCHI, P. Formação de professores e cultura digital: observando caminhos curriculares através da mídia-educação. 2014. 302p. Tese (Doutorado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

CARREIRO DA COSTA, F. Formação de professores, objetivos, conteúdos e estratégias. In: Revista da Educação Física/UEM. v.5, n.1, p.26-39, 1994. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/3982. Acesso em março de 2016.

CENSO EAD.BR. Disponível em: http://abed.org.br/censoead2016/Censo_EAD_2016_portugues.pdf. Acesso em: 15/03/2018.

FARIAS, F. R. de; DIAS, M. J. Os desafios entre o Ensino Presencial e o Ensino a distância: uma questão de cultura digital e de formação do educador. Revista EAD em Foco - nº 1 - vol.1 - Rio de Janeiro - abril/outubro 2010.

FOLLE, A.; NASCIMENTO, J. V. do. Trajetória docente em educação física: percursos formativos e profissionais. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, [S.l.], v. 24, n. 4, p. 507-523, dec. 2010. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/16785. Acesso em: 12 july 2016.

FREITAS, Maria Teresa de Assunção. A abordagem sócio-histórica como orientadora da pesquisa qualitativa. Cad. Pesqui., São Paulo , n. 116, p. 21-39, July 2002 . Available from http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742002000200002&lng=en&nrm=iso. access on 09 Oct. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742002000200002.

FREITAS, Maria Teresa de Assunção. A perspectiva sócio-histórica: uma visão humana da construção do conhecimento. In: FREITAS, M. T.; SOUZA, S. J. e.; KRAMER, S. (Orgs.). Ciências humanas e pesquisa: leituras de Mikhail Bakhtin. São Paulo: Cortez, 2007. p.26-38.

HUNGER, D.; ROSSI, F. A formação continuada de professores: entre o real e o “ideal”. Pensar a Prática, Goiânia, v. 15, n. 4, p. 915-932, out./dez. 2012. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/15564/13113. Acesso em 10/01/2017.

LAPA, A. B.; BELLONI, M. L. Educação a distância como mídia-educação. In: Perspectiva, Florianópolis, v.30, n.1, p.175-196, jan/abr., 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/download/24754/22190. Acesso em: outubro de 2015.

LAVILLE, C.; DIONE, J. A construção do saber: manual de metodologia de pesquisa em Ciências Humanas. Porto Alegre: Artes médicas; Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.

MOLINA NETO, V. A formação profissional em educação física e esportes. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v.19, n.1, p.31-44, 1997.

MOLINA, R. M. K. O enfoque teórico metodológico qualitativo e o estudo de caso: uma reflexão introdutória. In: MOLINA NETO, V; TRIVINHOS, A. N. S. A pesquisa qualitativa na Educação Física: Alternativas Metodológicas. 3. ed. Porto Alegre: Sulina, p. 101-111, 2010.

NÓVOA, A. Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: Educa, 2002.

PIRES, G de L. (et al.). Educação (Física) na cultura digital: memória da produção de um curso na modalidade EaD. In: CERNY, R. Z.; RAMOS, E. M. F.; BRICK, E. M.; OLIVEIRA, A. dos S.; SILVA, M. R. da. (Org.). Formação de educadores na cultura digital: a construção coletiva de uma proposta. 1ªed.Florianópolis: UFSC/CED/NUP, 2017, p. 125-155.

PRETTO, N. P.; ASSIS, A. Cultura digital e educação: redes já! In: PRETTO, N L.; SILVEIRA, S.A (org.). Além das redes de colaboração: internet, diversidade cultural e tecnologias do poder. Salvador: EDUFBA, 2008, p. 75-83.

RAMOS, E. M. F. (et al.) Curso de especialização em educação na cultura digital: documento base. Brasília: Ministério da Educação, 2013-a. Disponível em: educacaonaculturadigital.mec.gov.br/downloads/documento-base.pdf. Acesso em setembro de 2015.

RIVOLTELLA, P.C. A formação da consciência civil entre o 'real' e o 'virtual' " In: FANTIN, M.; GIRARDELLO, G. Liga, roda, clica: estudos em mídia, cultura e infância. Campinas: Papirus, 2008.

RÜDIGER, F. As teorias da cibercultura: perspectivas, questões e autores. Porto Alegre: Sulina, 2011.

SOUTO, I. N.; LAPA, A. B. Formação crítica mediada pelas tecnologias digitais de informação e comunicação: um desenho de pesquisa qualitativa. In: Comunicação & Informação, Goiânia, GO, v. 17, n. 2, p. 88-103, jul./dez. 2014. Disponível em https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/31836/17613. Acesso em: 25 de outubro de 2015.

Downloads

Publicado

2021-06-02

Como Citar

Silveira, J., & Pires, G. D. L. (2021). Educação na cultura digital e formação continuada de professores de escolas públicas: percepções de gestores a partir da sua oferta-piloto. erspectiva, 39(2), 1–23. https://doi.org/10.5007/2175-795X.2021.e65103