ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Hibisco roxo. Tradução de Julia Romeu. São Paulo: Companhia das Letras, 2011, 324 p.

Leide Daiane de Almeida Oliveira, Naylane Araújo Matos

Resumo


ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Hibisco roxo. Tradução de Julia Romeu. São Paulo: Companhia das Letras, 2011, 324 p.

Palavras-chave


Crítica de tradução; Hibisco Roxo; Chimamanda Ngozi Adichie

Texto completo:

PDF

Referências


ADICHIE, Chimamanda. Purple hibiscus. New York: Algonquin Books of Chapel Hill, 2003.

______. Hibisco roxo. Tradução: Julia Romeu. 3ª impressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

______. Hibisco roxo. Tradução: Julia Romeu. 4ª impressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

ARROJO, Rosemary. Os Estudos da tradução na pós-modernidade, o reconhecimento da diferença e a perda da inocência. Cadernos de Tradução, Florianópolis, 1(1), 53-69, 1996.

BAKER, Mona. The Pragmatics of Cross-Cultural Contact and Some False Dichotomies in Translation Studies. CTIS Occasional Papers,[S.L], 1(1), 7-20, 2001.

HERMANS, Theo. (Org.). The manipulation of literature: studies in literary translations. NY: Routledge, 2014.

LEFEVERE, André. Translation, rewriting, and the manipulation of literary fame. NY: Routledge, 1992.

SPIVAK, Gayatri. The politics of translation. In: VENUTI, Lawrence. (ed.). The translation studies reader. London; New York: Routledge, 2000.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2018v38n3p477



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.