Novamente sobre a Tradução: uma resposta a Lu Xun

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2021.e78727

Palavras-chave:

Tradução, Chinês Clássico, Chinês Vernáculo

Resumo

Este artigo foi publicado originalmente em 1932 e é considerado um dos clássicos da teoria da tradução na China. Apresenta a perspectiva de Qu Qiubai em relação às funções da tradução na evolução da língua chinesa: introduzir novos métodos de expressão e novos conteúdos linguísticos aos leitores chineses, a fim de criar uma nova língua chinesa moderna.

Biografia do Autor

Li Ye, Universidade Federal de Santa Catarina

É doutora em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014), mestre em Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009) e bacharel em Português pela Universidade de Comunicações da China (2006). Atualmente reside no Brasil e trabalha como profissional autônoma na realização de serviços de interpretação (simultânea e consecutiva) e tradução entre português e chinês. Possui vasta experiência como intérprete e tradutora, além de ter sido professora de Língua Portuguesa na Universidade de Comunicações da China (em Pequim) e colunista do site da revista VEJA durante a Olimpíada de Pequim.

Downloads

Publicado

2021-01-15

Edição

Seção

Artigos traduzidos