Desenvolvendo a competência informacional das organizações por meio da gestão de pessoas por competências

Leonardo Guimarães Garcia, Cintia Braga Ferreira Pinheiro

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20n43p133

A Ciência da Informação vem apresentando nas últimas décadas importantes contribuições à compreensão da Competência Informacional (CI) dos indivíduos. No entanto, há relativamente pouca literatura sobre a CI nas organizações, e pouquíssimas soluções práticas sobre como desenvolvê-la nesse contexto. Para suprir essa lacuna, uma estratégia seria aproveitar as experiências e as teorias sobre competências vindas da Administração, articulando-as ao domínio da CI. Essa aproximação já foi explorada em alguns trabalhos (ANGULO, 2003; CAMACHO; TARRAGÓ, 2006; MIRANDA, 2004; MIRANDA, 2006), mas a sua pertinência em termos conceituais ainda não foi debatida. Sendo assim, o presente artigo tem por objetivo discutir a possibilidade de aproximação entre a CI e a abordagem das competências existente na Administração. Para tanto, foi selecionado um modelo de Gestão de Pessoas por Competências (GPC) – proposto em Dutra (2004) –, o qual foi confrontado à literatura sobre CI nas organizações. A discussão sobre a convergência entre esses dois campos indica que há coerência em se propor o tratamento da CI por meio da GPC, e que os conceitos e a mecânica da GPC não apenas são convergentes com a CI como também fornecem soluções práticas para problemas antecipados pela literatura. Com isso, conclui-se que a inserção e o desenvolvimento da CI nas organizações por meio do modelo de GPC analisado é conceitualmente viável e apresenta vantagens práticas relevantes.


Palavras-chave


Ciência da Informação; Informação nas Organizações; Competência Informacional; Gestão de Pessoas por Competências

Texto completo:

PDF-A

Referências


AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION. Information literacy competency standards for higher education. Chicago: ACRL, 2000. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2015.

ANGULO, N. Normas de competencia en información. BiD, n. 11, dez. 2003. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2015.

BRUCE, C. S. Workplace experiences of information literacy. International Journal of Information Management, v.19, p. 33-47, 1999.

CAMACHO, S. R.; TARRAGÓ, N. S. Identificación y normalización de competencias informacionales: un estudio de caso. Acimed, v. 14, n. 6, p. 6, 2006.

CATTS, R. UNESCO information literacy indicators: validation report. 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2015.

CATTS, R.; LAU, J. Towards information literacy indicators. 2008. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2015.

CRAWFORD, J.; IRVING, C. Information literacy in the workplace: a qualitative exploratory study. Journal of Librarianship and Information Science, v. 41, n. 1, p. 29-38, 2009.

CUNNINGHAM, N. A. Information competency skills for business students. Academic BRASS Newsletter, v.1, n.1, maio 2003. Disponível em: . Acesso em: 17 jul. 2014.

DUDZIAK, E. A. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, v.32, n. 1, p. 23-35, jan./abr. 2003.

DUDZIAK, E. A. Competência informacional: análise evolucionária das tendências da pesquisa e produtividade científica em âmbito mundial. Informação & Informação, v. 15, n. 2, p. 1-22, jul./dez. 2010.

DUTRA, J. S. Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas, 2004.

FIDELIS, J. R. F.; BARBOSA, R. R. A competência informacional e sua influência na percepção de variáveis organizacionais estratégicas em IES privadas. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 2, p. 27-39, 2012.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópico da indústria brasileira. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

HEAD, A. J. et al. What information competencies matter in today’s workplace? Library and Information Research, v. 37, n. 114, p. 74-104, 2013.

HEPWORTH, M.; SMITH, M. Workplace information literacy for administrative staff in higher education. Australian Library Journal, v. 57, n. 3, p. 212-236, 2008.

HORTON, F. W. Understanding information literacy: A primer. Paris: UNESCO, 2007. 94 p.

JULIEN, H. et al. Preparing tomorrow’s decision makers: learning environments and outcomes of information literacy instruction in business schools. Journal of Business & Finance Librarianship, v. 16, p. 348-367, 2011.

KLUSEK, L.; BORNSTEIN, J. Information literacy skills for business careers: matching skills to the workplace. Journal of Business & Finance Librarianship, v. 11, n. 4, p. 3-21, 2006.

LI, C.; HUNG, C. An examination of the mediating role of person-job fit in relations between information literacy and work outcomes. Journal of Workplace Learning, v. 22, n. 5, p. 306-318, 2010.

LOPES, C.; MOLINA, M. P. Desenho e construção do questionário de literacia da informação no ensino superior–IL-HUMASS: Estudo qualitativo (Parte I). Cadernos BAD, n. 1/2, 2013. Disponível em: < http://www.bad.pt/publicacoes/index.php/cadernos/article/view/1035/1051>. Acesso em: 12 abr. 2015.

MIRANDA, S. V. Identificando competências informacionais. Ciência da Informação, v. 33, n. 2, p. 112-122, maio/ago. 2004.

MIRANDA, S. V. Como as necessidades de informação podem se relacionar com as competências informacionais. Ciência da Informação, v. 35, n. 3, p. 99-114, set./dez. 2006.

SOKOLOFF, J. Information literacy in the workplace: employer expectations. Journal of Business & Finance Librarianship, v. 17, p. 1-17, 2012.

TRAVIS, T. From the classroom to the boardroom: the impact of information literacy instruction on workplace research skills. Education Libraries, v. 34, n. 2, p. 19-31, 2011.

UNESCO. Global media and information literacy assessment framework: country readiness and competencies. Paris: UNESCO, 2013.

VITORINO, E. V., PIANTOLA, D. Competência informacional – bases históricas e conceituais: construindo significados. Ciência da Informação, v. 38, n. 3, p. 130-141, set./dez. 2009.

WEINER, S. Information literacy and the workforce: a review. Education Libraries, v. 34, n. 2, p. 7-14, 2011.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20n43p133



Direitos autorais 2015 Leonardo Guimarães Garcia, Cintia Braga Ferreira Pinheiro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)