Biblioteca Rio-Grandense: um estudo de caso sob o viés da educação patrimonial

Marcia Carvalho Rodrigues, Pamela da Conceição Santos

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2017v22n48p2

Buscou-se investigar a importância da educação patrimonial no processo de reconhecimento da biblioteca enquanto instituição patrimonial e as possibilidades de atuação do profissional bibliotecário neste contexto. O estudo de caso teve como objeto de análise a Biblioteca Rio-Grandense, localizada em Rio Grande/RS. Os dados foram coletados através de questionário semiestruturado; as respostas obtidas foram categorizadas e analisadas segundo o método da Análise de Conteúdo. O estudo permitiu concluir que a instituição percebe a importância da participação do bibliotecário no processo de divulgação e reconhecimento patrimonial da biblioteca, bem como a importância cultural e patrimonial da Biblioteca Rio-Grandense para a comunidade.


Palavras-chave


Biblioteca Rio-Grandense; Educação patrimonial; Biblioteconomia

Texto completo:

PDF-A

Referências


BARDIN, Laurence. Organização da análise. In:______. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977. p. 121-128.

BASTOS, Rossano Lopes. Educação patrimonial. 2006. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2015.

BIBLIOTHECA RIO-GRANDENSE. Estatuto da Biblioteca Rio-Grandense: aprovado em assembléia geral de 1º de setembro de 1941. Rio Grande, 1941.

BIBLIOTHECA Rio-Grandense: há 150 anos “semeia livros, livros a mancheia e manda o povo pensar”. Boletim da Sociedade Amigos da Marinha do Rio Grande, Rio Grande, v. 4, n. 19, p. 8-13, jul./ago. 1996.

CARTERI, Karin Kreisman. Educação patrimonial e biblioteconomia: uma interação inadiável. Informação & Sociedade, João Pessoa, v. 14, n. 2, p. 31-52, jul./dez. 2004. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2015.

CUNHA, Roberta Caiado; CROASARA, Cruz Balestra. Educação patrimonial: patrimônio cultural, cidadania e educação. Interlink, [S.l.], v . 2, n .2, jul./dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2015.

DIAS, Eduardo Wense. Biblioteconomia e ciência da informação: natureza e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 5, n. esp., p. 67-80, jan./jun. 2000. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2015.

GHIRARDELLO, Nilson; SPISSO, Beatriz; FARIA, Geraldo Mendes. Patrimônio histórico: como e porque preservar. São Paulo: Canal 6, 2008. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2015.

GRUNBERG, Evelina. Educação patrimonial: utilização dos bens culturais como recursos educacionais. Cadernos do CEOM, v. 14, n. 12, p.159-180, 2000. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2015.

______. Manual de atividades práticas de educação patrimonial. Brasília: IPHAN, 2007. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2015.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1990.

HORTA, Maria de Lourdes Parreiras. Guia Básico de Educação Patrimonial. Brasília: IPHAN: Museu Imperial, 1999.

IBGE. Rio Grande. Brasília, 2016. Disponível em: . Acesso em: 02 mar. 2016.

MENTZ, Patricia. Lembranças concretas: a memória social através do patrimônio cultural edificado das bibliotecas. Monografia (Curso de Biblioteconomia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011. Disponível em:. Acesso em: 16 maio 2015.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História: revista do Programa de Estudos pós-Graduados em História e do Departamento de História, São Paulo, n. 10, p. 7-28, dez. 1993. Disponível em: . Acesso em: 16 maio 2015.

PEDRAZA GRACIA, Manuel José. Algunas reflexiones sobre bibliotecas históricas o patrimoniales: nuevo paradigma entre los centros y servicios de información. Investigación Bibliotecológica, México, v. 28, n. 64, p. 33-50, set/dez. 2014. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2015.

POLLAK, Michel. Memória e identidade social. Estudos históricos, Rio de Janeiro, v. 5, n.10, p. 200-212, 1992. Disponível em: . Acesso em: 16 maio 2015.

SANFELICE, Carla. Inventaire et problèmes actuels de la Bibliothèque Riograndense. HSAL, n. 7, p. 9-12, premier semestre 1998. Disponível em: . Acesso em: 23 nov. 2015.

SILVA, Josiane. Bibliotheca Rio-Grandense: trajetória e percalços de uma biblioteca mais que centenária. BIBLOS, Rio Grande, v. 25, n. 1, p. 59-67, dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 23 nov. 2015.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. São Paulo: Bookman, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2015.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2017v22n48p2



Direitos autorais 2016 Marcia Carvalho Rodrigues, Pamela da Conceição Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)