Informação e o acesso ao ensino superior público por cidadãos excluídos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2022.e83994

Palavras-chave:

Informação, Apropriação da Informação, Acesso ao Ensino Superior Público, Cidadãos Excluídos, Brasil

Resumo

Objetivo: Aborda a importância da informação para o acesso ao ensino superior em instituições públicas federais de cidadãos historicamente excluídos, como ação humana essencial que visa amenizar as desigualdades sociais e ressignificar o papel social dessas instituições.

Método: A pesquisa é natureza qualitativa, do tipo bibliográfica e documental, mais especificamente no que se refere a abordagem da Lei 12.711, de 29 de agosto de 2012, que dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências.

Resultado: Os resultados revelam que a informação é um elemento absolutamente fundamental para o acesso desses cidadãos excluídos, bem como para despertar a compreensão sobre a importância da formação no âmbito do ensino superior para todos.

Conclusões: Identificou-se múltiplas maneiras de se discutir a informação, nessa pesquisa destacou-se a perspectiva de ação, que possibilita a apropriação, por parte do usuário de uma determinada informação, levando-o a compreender o processo seletivo discente e a escolha por qualquer curso de graduação, em instituições federais de ensino, que lhe possibilitará sua ascensão social e atuação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Arantes Ribeiro, Universidade Federal de Rondônia (UNIR)

Doutoranda em Ciência da Informação na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP/Marília) (UNESP/Marília). Mestre em Geografia (UNIR - 2010). Bacharel e licenciada em História (UNIR - (2006). Atualmente é Técnica em Assuntos Educacionais da Universidade Federal de Rondônia (Nível Superior). Experiência na gestão pedagógica do Ensino Superior com os Programas de fomento a graduação e com políticas públicas para o ingresso discente. Integrante do grupo de pesquisa: Informação: Mediação, Cultura, Leitura e Sociedade. Integrante do grupo de pesquisa: Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional.

Marta Lígia Pomim Valentim

Professora Titular da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Pós-Doutorado pela Universidad de Salamanca (USAL), Espanha. Livre Docente em Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional pela Unesp. Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Docente de graduação e pós-graduação da Unesp, campus de Marília. Bolsista Produtividade em Pesquisa (PQ-1D) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) na área de inteligência organizacional, gestão da informação, gestão do conhecimento e cultura informacional desde 2002. Líder do Grupo de Pesquisa Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional. Coordena o projeto de pesquisa Inteligência organizacional e inteligência social no contexto do big data: análise de dados para a geração de diferenciais competitivos. Coordenou o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Unesp, gestão 2017-2021. Organizadora e autora de vários livros na área. Presidente da Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN), gestão 2016-2019. Exerceu o cargo de Vice-Presidente da Asociación de Educación e Investigación en Ciencia de la Información de Iberoamérica y el Caribe (EDICIC), gestão 2009-2011. Exerceu a coordenação do Grupo de Trabalho Gestão da Informação e do Conhecimento nas Organizações (GT-4), da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ANCIB), gestão 2009-2010. Exerceu o cargo de Presidente da Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN), gestão 2001-2004.

Oswaldo Francisco de Almeida Júnior

Possui graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (1974), mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é professor associado da Universidade Estadual de Londrina (UEL), professor titular do programa de pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP/Marília) e professor colaborador do Mestrado Profissional da Universidade Federal do Cariri. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Informação e Sociedade, atuando principalmente nos seguintes temas: informação e sociedade, mediação da informação, serviço de referência e informação, bibliotecas públicas e biblioteconomia. Presidente da ANCIB - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação. Líder do grupo de pesquisa: Informação: Mediação, Cultura, Leitura e Sociedade. Mantenedor do site Infohome (www.ofaj.com.br).

Referências

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de; SANTOS, Camila Araújo dos. dos. Mediação, informação, competência em informação e criticidade. In: FARIAS, G. B. de; FARIAS, M. G. G. (Org.). Competência e mediação da informação: percepções dialógicas entre ambientes abertos e científicos. São Paulo: ABECIN, 2019. p. 96-113.

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de. Mediação da informação: um conceito atualizado. In: BORTOLIN, S.; SANTOS NETO, J. A dos.; SILVA, R. J. da (Org.). Mediação oral da informação e da leitura. Londrina: ABECIN, 2015. p. 9-32.

ARAUJO, Carlos Alberto Ávila. Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da Informação: o diálogo possível. Brasília: Briquet de Lemos, 2014.

ARAUJO, Carlos Alberto Ávila. O que é Ciência da Informação. Belo Horizonte: KMA, 2018.

BRANDÃO, Carlos da Fonseca. As cotas na universidade pública brasileira: será esse o caminho? Campinas: Autores Associados, 2005.

BRASIL. Lei nº 12.711 de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 149, nº 169, p. 1, 30 ago. 2012. PL 73/1999.

GUARALDO, Tamara de Souza Brandão. Práticas de informação e leitura: mediação e apropriação da informação nas cartas de leitores de um jornal popular do interior de São Paulo. 2013. 240f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2013.

ILHARCO, Fernando. Filosofia da Informação: uma introdução à informação como fundação da acção, da comunicação e da decisão. Lisboa: Universidade Católica, 2003.

MATTELART, Armand. História da Sociedade da Informação. 2.ed. São Paulo: Loyola, 2002.

NITAHARA, Akemi. Pela primeira vez, negros são maioria no ensino superior público. Agência Brasil, Rio de Janeiro, 13 set. 2019. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-11/pela-primeira-vez-negros-sao-maioria-no-ensino-superior-publico. Acesso em: 07 fev. 2021.

SALATA, André. Ensino superior no Brasil das últimas décadas: redução nas desigualdades de acesso? Tempo Social: Revista de Sociologia da USP, São Paulo, v. 30, n. 2, 2018. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/ts/article/view/125482. Acesso em: 25 ago. 2020.

VALENTIM, Marta Lígia Pomim. Gestão da informação e gestão do conhecimento em ambientes organizacionais: conceitos e compreensões. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 1, n. 1, 2008. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/119521. Acesso em: 07 fev. 2021.

VAN DIJK, Teun A. Análise crítica do discurso multidisciplinar: um apelo em favor da diversidade. Linha D’Água, v.2, n.26, p.351-381, 2013. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/linhadagua/article/view/65164/71595. Acesso em: 11 mar. 2022.

Publicado

2022-08-08

Como Citar

ARANTES RIBEIRO, Marcela; LÍGIA POMIM VALENTIM, Marta; FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo. Informação e o acesso ao ensino superior público por cidadãos excluídos. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 27, n. 1, p. 1–16, 2022. DOI: 10.5007/1518-2924.2022.e83994. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/83994. Acesso em: 29 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

<< < 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.