Estudo da queda livre em aulas de Física do Ensino Médio a partir de um marcador de tempo e da História da Ciência

Marco Aurélio Alvarenga Monteiro, Samuel José de Carvalho, Isabel Cristina de Castro Monteiro, José Lourenço Cindra

Resumo


Já foi bastante estudado e até já se formou consenso entre os pesquisadores em Ensino de Ciências, que as atividades experimentais são muito importantes para o processo de ensino e de aprendizagem de conceitos científicos, entretanto, também são conhecidas às múltiplas e variadas dificuldades enfrentadas pelos professores em desenvolvê-las em situação real de sala de aula com seus alunos. As pesquisas também mostraram ser significativas as contribuições que a História da Ciência pode trazer para o trabalho do professor de ciências em planejar e dirigir atividades didáticas em sala de aula. Neste trabalho, propomos uma versão de um marcador de tempo de baixo-custo e de fácil construção para a determinação da aceleração da gravidade local e o uso da História da Ciência como recurso importante ao professor para o planejamento de discussões com os alunos sobre o movimento de queda livre.


Palavras-chave


Ensino de Física; Experimentação em Física; Queda Livre

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2018v35n3p1004

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >