Homossexualidade: psicanálise, religião e educação

Eliseu Roque do Espirito Santo

Resumo


Este artigo tem como objetivo refletir sobre a homossexualidade. Destina-se a verificar os esforços da psicanálise clássica para entender e definir o fenômeno da homossexualidade, que para muitos até hoje ainda é cercado por mistério, e entender como o tema é tratado dentro das igrejas cristãs e da escola. O autor conclui que os esforços iniciais da psicanálise clássica para entender o fenômeno da homossexualidade foram destinados a aliviar o sofrimento daqueles que enfrentaram o problema e procuraram ajuda terapêutica. Atualmente, a psicanálise/psicologia tende a ver a homossexualidade como um mero resultado de uma construção social, a fim de classificar os indivíduos. Na esfera religiosa, as igrejas cristãs especificamente, a homossexualidade é vista como pecado e transgressão da lei divina e da natureza. No entanto, os princípios de amor, justiça e graça, juntamente com as necessidades práticas das igrejas tendem a mudar no futuro a perspectiva de igrejas sobre o assunto. A escola é outro espaço na sociedade onde a homossexualidade manifesta-se, seja nos corpos dos sujeitos ou em materiais educativos. Observa-se no Brasil um esforço para tornar a escola um espaço para a discussão de questões de sexualidade e gênero, bem como de reconhecimento da identidade de gênero.


Palavras-chave


Homossexualidade; Psicanálise; Religião; Educação; Políticas

Texto completo:

PDFA

Referências


BONECA NA MOCHILA. Vídeo. Disponível em:

https://www.youtube.com/watch?t=1461&v=xGRTa7BPWy4> Acesso em: 25 jun. 2015.

BRASIL. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Resolução nº 12 de 16 de janeiro de 2015. Disponível em: http://www.sdh.gov.br/sobre/participacao-social/cncd-lgbt/resolucoes/resolucao-012

Acesso em: 25 jun. 2015.

BRASIL (1). Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Parecer nº 01 de 16 de janeiro de 2015. Disponível em: < http://www.sdh.gov.br/sobre/participacao-social/cncd-lgbt/resolucoes/resolucao-012- anexo> Acesso em: 25 jun. 2015.

BRASIL. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE (SECAD/MEC). Gênero e Diversidade Sexual na Escola: reconhecer diferenças e superar preconceitos. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/escola_protege/caderno5.pdf> Acesso em: 05 set. 2016.

BÍBLIA SAGRADA. NOVA VERSÃO INTERNACIONAL (NVI). Disponível em: < https://www.bibliaonline.com.br> Acesso em: 05 set. 2016.

VATICANO. CATECISMO CATÓLICO. Disponível em:

http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p3s2cap2_2196-2557_po.html Acesso em: 28 jun. 2015.

CECCARELLI, Paulo Roberto. A invenção da homossexualidade. Disponível em:

Acesso em: 29 jun. 2015.

CBB. Manifesto à nação brasileira: sobre a liberdade de expressão e orientação sexual do povo brasileiro. 2007. Disponível em: < http://www.batistas.com/index.php?option=com_content&view=article&id=22&Itemid=17> Acesso em: 17 jul. 2015.

COLLINS, Gary R. Aconselhamento cristão: edição século XXI. São Paulo: Vida Nova. 2004.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. RESOLUÇÃO 1/99. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/1999/03/resolucao1999_1.pdf Acesso em: 25 jun. 2015.

DAVID, Pierre. Psicanálise e família. Santos: Martins Fontes, 1977.

ENCONTRANDO BIANCA. Vídeo. Disponível em:

< https://www.youtube.com/watch?v=fVGSrP- W3OM&list=PL06EBC4B4DADE9A10&index=3> Acesso em: 25 jun. 2015.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 37. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

MEDO DO QUÊ? Vídeo. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?t=1048&v=cIoeUqBxhi0> Acesso em: 18 jul. 2015.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Gênero e Diversidade Sexual na Escola: reconhecer diferenças e superar preconceitos. Brasília: SECAD/MEC, 2007. Disponível em:

Acesso em: 24, junho, 2015.

RIOS, Luis Felipe. A prática psicológica e a sexualidade como categoria de subjetivação. In: CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Psicologia e diversidade sexual: desafios para uma sociedade de direitos. Brasília: CFP, 2011.

RUITENBEEK, Hendrick M. (Org.). La homosexualidad en la sociedade moderna. Buenos Aires: Siglo Veinte, [1973?].

TORPEDO. Vídeo. Disponível em: Acesso em 25 jun. 2015.

PROBABILIDADE. Vídeo. Disponível em: Acesso em: 25 jun. 2015.

SCHNEIDER, Nélio. “Homossexualidade” no Novo Testamento Observações exegéticas e hermenêuticas. In: Estudos Teológicos, v. 39, n. 1, p. 27-35, 1999. Disponível em: http://periodicos.est.edu.br/index.php/estudos_teologicos/article/view/702/636 Acesso em: 25 jun. 2015.




DOI: https://doi.org/10.5007/1807-1384.2017v14n3p88

Direitos autorais 2017 Revista Internacional Interdisciplinar INTERthesis

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsConteúdos do periódico licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.