Francis Bacon: teoria, método e contribuições para a educação

Roberto Carlos Simões Galvão

Resumo


No presente artigo, propomos uma breve análise do pensamento de Francis Bacon (1561-1626) e suas contribuições para a educação. Com Bacon o antigo caráter religioso ou metafísico do conhecimento foi substituído pela objetividade da ciência experimental, algo até então desconhecido. A ciência passou a representar um meio em busca de um fim, qual seja, o domínio do homem sobre a natureza. O desejo de Bacon de promover uma reorganização do domínio do conhecimento humano, baseando-se não no antigo conhecimento escolástico, mas no novo conhecimento científico foi partilhado por educadores, filósofos e estadistas de seu tempo. À educação escolar caberia assegurar a disseminação deste novo conhecimento que, devidamente unificado, estaria ao alcance de todas as crianças

Palavras-chave


Filosofia da educação; Método indutivo; Ciência;Philosophy of the education; Inductive method; Science;Filosofía de la educación; Método inductivo

Texto completo:

PDFA


R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, eISSN 1807-1384

 

Licença Creative CommonsEste trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

  Início