A produção acadêmica sobre o remo nos periódicos científicos da Educação Física brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2022.e85857

Palavras-chave:

Remo, Educação física, Bibliometria, Conhecimento

Resumo

O objetivo desta investigação foi mapear a produção acadêmica sobre o remo difundida nos principais periódicos científicos da Educação Física brasileira. A metodologia utilizada para atingir o objetivo foi a pesquisa bibliométrica. Os resultados permitem assinalar que a revista Movimento é o periódico que mais publicou sobre o remo dentre os que foram analisados. O período entre os anos de 2014 e 2017 foi o que se obteve mais publicações sobre o tema. O estudo desvela a produção científica sobre o remo no campo da Educação Física brasileira e aponta para uma predominância de estudos qualitativos, em especial sobre as representações sociais e culturais do esporte, assim como das influências regionais, o que representa um destaque da subárea sociocultural da Educação Física.

Biografia do Autor

Gabriel de Jesus Figueiredo, Centro Universitário Gama e Souza

Bacharel em Educação Física

Renato Cavalcanti Novaes, Marinha do Brasil

Doutor em Ciências do Exercício e do Esporte pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - PPGCEE-UERJ

Silvio de Cassio Costa Telles, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor em Educação Física e Cultura - UGF

Felipe da Silva Triani, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade Federal do Rio de Janeiro - PPGCEE-UERJ.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Secretaria da Educação Básica. Brasília, DF, 2017.

CAJE, Cristhian; RIAL, Carmen. Remando em águas da antropologia: mapeamento da produção antropológica sobre o remo nas ciências sociais brasileiras. Revista do PPGCS – Novos Olhares Sociais, Cachoeira, v. 3, n. 1, p. 152-177, 2020.Disponível em: https://www3.ufrb.edu.br/ojs/index.php/novosolharessociais/article/view/513. Acesso em: 10 abr. 2022.

FARIAS, Márcio Machado; RIBEIRO, Sara Fantin; SILVA, Carolina Fernandes. Estudos acadêmicos sobre o remo: a educação física como campo de produção de conhecimento histórico. Motrivivência, Florianópolis, v. 32, n. 61, p. 1-15, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2020e64910. Acesso em: 08 fev. 2022.

FÓRUM DE PESQUISADORES DAS SUBÁREAS SOCIOCULTURAL E PEDAGÓGICA. Cenários de um descompasso da pós-graduação em educação física e demandas encaminhadas à CAPES. Vitória, ES, 2015.

GOMES, Ivan et al. O corpo como tema da produção do conhecimento: uma análise bibliométrica em cinco periódicos da educação física brasileira. Movimento, Porto Alegre, v. 24, n. 2, p. 427-440, 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/73701. Acesso em: 15 maio. 2022.

JOB, Ivone. Análise bibliométrica das teses de uma comunidade científica em Educação Física com uso do método indiciário. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 28, n. 1, p. 201-216, jul. 2008. Disponível em: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/47/0. Acesso em: 10 mar. 2022.

JOB, Ivone. Bibliometria aplicada aos estudos do campo da Educação Física: confiabilidade, qualidade e relevância nas publicações. Motrivivência, Florianópolis, v. 30, n. 54, p. 18-34, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2018v30n54p18. Acesso em: 12 mar. 2022.

LAZZAROTTI FILHO, Ari. O periodismo científico da educação física brasileira. Motrivivência, Florianópolis, v. 30, n.54, p. 35-50, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2018v30n54p35. Acesso em: 07 jan. 2022.

MAZO, Janice Zarpellon; ASSMANN, Alice Beatriz; PEREIRA, Ester Liberato; SILVA, Carolina Fernandes. A participação do Brasil nos Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim: conflitos internos entre grupos. Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27072, 2021. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/116523. Acesso em: 15 mai. 2022.

MEDEIROS, Daniele Cristina Carqueijeiro. O processo de esportivização do remo na cidade de São Paulo (1899-1949). Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 44, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbce/a/YQPPnXKHcpDWV56HfxRPKjN/. Acesso em: 15 mai. 2022.

MUSA, Catharina Ulian; MEDEIROS, Daniele Cristina Carqueijeiro; SOARES, Carmen Lucia. “Moços intrépidos ao leo da aventura”: o clube campineiro de regatas e natação e a vida ao ar livre (1918-1935). Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27045, 2021. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/113709. Acesso em: 15 maio. 2022.

MEDEIROS, José Mauro Gouveia; VITORIANO, Maria Albeti Vieira. A evolução da bibliometria e sua interdisciplinaridade na produção científica brasileira. Revista Digital Biblioteconomia Ciência da Informação, v. 13, n. 3, p. 491-503, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8635791. Acesso em: 15 mai. 2022.

MOLINA NETO, Vicente et al. Reflexões sobre a produção do conhecimento em educação física e ciências do esporte. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 28, n. 1, p. 145-165, set. 2006.Disponível em: http://rbce.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/viewFile/44/52. Acesso em: 15 mai. 2022.

PEREIRA, Adriana Soares et al. Metodologia da Pesquisa Científica. 1 ed. RS: UFSM, NTE, 2018.

PIMENTA, Alcineide Aguiar et al. A bibliometria nas pesquisas acadêmicas. Scientia – Pesquisa de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 4, n. 7, 2017. Disponível em: https://docplayer.com.br/137842425-A-bibliometria-nas-pesquisas-academicas.html. Acesso em: 15 mai. 2022.

SILVA, Carolina Fernandes; MONTEIRO, Alberto de Oliveira; MAZO, Janice Zarpellon. Os clubes de remo em porto alegre (RS) e a composição de fronteiras de identidades culturais. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 28, n. 3, p.1, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbefe/a/BdHqgV75rvG5PcSmRh3pXfj/?lang=pt. Acesso em: 15 mai. 2022.

SILVA, Carolina Fernandes; MAZO, Janice Zarpellon; CARNEIRO, Mayara da Silva Miranda Araújo. Esportes náuticos, identidades culturais e o positivismo no Rio Grande do Sul. Pensar a Prática, Goiânia, v. 20, n. 4, p. 2, 2017. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/43472. Acesso em: 15 mai. 2022.

SILVA, Carolina Fernandes; MAZO, Janice Zarpellon; TAVARES, Otávio. O estabelecimento dos esportes náuticos no Rio Grande do Sul na primeira década do século XX: entre o ruder e o remo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 40, n. 1, p. 2, 2017.Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbce/a/vcXYh45DCmD483W6Ls5pFqH/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 mai. 2022.

SILVA, Carolina Fernandes; MAZO, Janice Zarpellon. Vestígios das praticas náuticas no Rio Grande do Sul: as primeiras competições de remo. Licere, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 7, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/licere/article/view/1644. Acesso em: 15 mai. 2022.

SILVA, Carolina Fernandes; BATAGLION, Giandra Anceski; MAZO, Janice Zarpellon. Os remadores brasileiros nos Jogos Olímpicos de 1948: disputas de representações regionais para além das raias de remo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 29, n.2, 2021. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/238109. Acesso em: 26 jan. 2022.

SILVA, Affonso Celso Kulevicz; MURARO, Caren Fernanda; JUNIOR, Yoshimasa Sagawa; JUNIOR, Noé Gomes Borges; GEVAERD, Monique da Silva; DOMENECH, Susana Cristina. Caracterização de dois protocolos de avaliação de preensão manual para prescrição de treinamento no remo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 37, n. 2, p. 2, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbce/a/ZsrRPyp5j6PXHkxx8LYJTnb/?lang=pt. Acesso em: 15 mai. 2022.

SOUSA, Diego Petyk de et al. Apropriação da teoria das representações sociais pelo campo acadêmico/científico da educação física no Brasil: o estado do conhecimento (2004-2016). Pensar a Prática, Goiânia, v. 21, n. 4, p. 796-809, 2018. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/49647. Acesso em: 12 mai. 2022.

SOUZA, Doralice Lange; SILVA, Marcelo Moraes e; MOREIRA, Tatiana Sviesk. O perfil da produção científica online em português relacionada às modalidades olímpicas e paraolímpicas. Movimento, Porto Alegre, v. 22, n. 4, p. 1105-1120, 2016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/64591. Acesso em: 15 maio. 2022.

TRIANI, Felipe da Silva; TELLES, Silvio de Cassio Costa. A pós-graduação stricto sensu em educação física no Rio de Janeiro: desafios para a formação acadêmica e a produção científica a partir das possibilidades de publicação. Journal of Physical Education, Maringá, v. 30, e3050x, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/jpe/a/MQSyx846gTFTgWGTQ4JkH5M/abstract/?lang=pt. Acesso em: 26 mar. 2022.

TRIANI, Felipe da Silva. A teoria das representações sociais nos estudos sobre formação de professores na Educação Física: mapeando a produção do conhecimento nos periódicos brasileiros. Motrivivência, Florianópolis, v. 33, n. 64, p. 01-18, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/75977. Acesso em: 15 mai. 2022.

Downloads

Publicado

2022-05-30

Edição

Seção

Porta Aberta