A formação inicial de professores e a inserção em contextos escolares: um estudo bibliométrico

Autores

  • Luciana Cristina Cardoso Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) http://orcid.org/0000-0001-5109-0358
  • Daniel Mill Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Maria Iolanda Monteiro Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2017v35n1p323

Palavras-chave:

Formação de professores, Aprendizagem profissional, Prática docente

Resumo

Sob a perspectiva de que a profissão docente é construída ao longo da vida e de que a formação inicial se mostra como momento singular neste processo, o estudo procura revelar a representatividade da temática formação inicial de professores vinculada às experiências de ensino-em-contexto em pesquisas brasileiras. Para isso, foram tomadas como objeto de estudo bibliométrico as 3.468 teses, defendidas em programas de Pós-Graduação em Educação, catalogadas numa base do Grupo Horizonte (Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Inovação em Educação, Tecnologias e Linguagens – UFSCar). A pesquisa bibliométrica revela que a formação inicial, mediada por vivências em contextos escolares, está presente em 11 teses de um total de 3.468 pesquisas. As análises indicam que, apesar de haver estudos relevantes para a área, a formação em contexto, marcada por experiências que vão além das Práticas de Ensino e dos Estágios Supervisionados, não está inserida no cenário acadêmico de modo representativo. Dentre algumas contribuições importantes para a linha de formação docente, o estudo indicou também que as pesquisas versam sobre programas formativos institucionais e que em nenhuma delas foi possível identificar a criação de um espaço formativo, caracterizado também enquanto intervenção da pesquisa, o que sugere uma possível carência de construção, implementação e análise de novos programas, como de espaços formativos concebidos sob a perspectiva híbrida ou virtual.

Biografia do Autor

Luciana Cristina Cardoso, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Daniel Mill, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Doutor em  Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Professor do Departamento de Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Maria Iolanda Monteiro, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Professora do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Downloads

Publicado

2017-03-31

Edição

Seção

Artigos de Demanda Contínua