A (im)possibilidade da “invisibilidade” do tradutor e da sua “fidelidade”: por um diálogo entre a teoria e a prática de tradução.

Autores

  • Ruth Bohunovsky UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Biografia do Autor

Ruth Bohunovsky, UNICAMP

É atualmente docente na área de alemao na Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba. Ela possui graduação e mestrado em Estudos da América Latina pela Universidade de Viena (1997) e doutorado em Lingüística Aplicada (área de concentração: Tradução) pela UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas, 2003). De 2004 a 2007 fez pós-doutorado na área de ensino de línguas estrangeiras/língua alemã com apoio da FAPESP e foi professora participante da UNICAMP. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Língua Estrangeira/alemão, e na área de Teoria de Tradução. Durante vários anos, ensinou alemão como língua estrangeira em escolas de língua, mas também em cursos de extensão na UNICAMP.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2001-01-01

Edição

Seção

Artigos