Impacto da internacionalização na visibilidade da produção científica do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: BIOQUÍMICA/UFRGS (2007-2016)

Ediane Maria Gheno, Samile Andréa de Souza Vanz, Leo Anderson Meira Martins, Lucimara Figueira Duarte, Diogo Onofre Souza, Luciana Calabró

Resumo


Objetivo: avaliar o impacto da colaboração internacional na visibilidade da produção científica indexada na Web of Science do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, de 2007 a 2016.

Método: A partir de técnicas bibliométricas (produção, coautoria e visibilidade), avaliaram-se duas questões centrais na política de internacionalização do Sistema de Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES): 1) o conjunto de docentes atende aos atributos qualitativos de internacionalização quanto à publicação com pesquisadores estrangeiros? 2) as publicações com coautoria internacional estão relacionadas com os estratos mais elevados do Qualis Periódicos?

Resultado: O aumento da rede de cooperação com diversos países demostra que foi atingida a dimensão internacional da produção científica dos docentes do Programa, seguindo a atual tendência da ciência brasileira. Em 20,8% da produção com coautoria internacional, foram identificadas assimetrias internas: a maioria dos docentes apresentou de uma a cinco ou nenhuma publicação com cooperação de pesquisadores estrangeiros, enquanto que poucos docentes produziram mais de seis publicações individuais. A política de internacionalização é uma estratégia eficaz de difusão científica: as publicações em periódicos classificados nos estratos mais elevados do Qualis têm coautoria internacional.

Conclusões: Os resultados apontam para a necessidade de estratégias institucionais e governamentais para minimizar as assimetrias existentes de produção científica entre os docentes com o fomento e estímulo à internacionalização

 


Palavras-chave


Internacionalização da Ciência; Bibliometria; Sistema de Avaliação da Pós-Graduação; CAPES

Referências


BEAL, A. Gestão estratégica da informação: como transformar a informação e a tecnologia da informação em fatores de crescimento e de alto desempenho nas organizações. São Paulo: Atlas, 2012.

BEAVER, D. D. Reflections on scientific collaboration (and its study): past, present, and future. Scientometrics, v. 52, n.3, p. 365-377. 2001.

CALLON, M.; COURTIAL, J. P.; PENAN, H. Cienciometría: el estúdio cuantitativo de la atividade científica: de la bibliometria a la vigilância tecnológica. Espanha: Ediciones Trea, 1995.

CLARIVATE ANALYTICS. Research in Brazil: A report for CAPES by Clarivate Analytics, 2017. Disponível em: http://www.capes.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/8726-documento-disponibilizado-a-capes-apresenta-desempenho-e-tendencias-na-pesquisa-brasileira. Acesso em: 2 abr. 2018.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Programa Institucional de Internacionalização – CAPES - PrInt. 2019. Disponível em: http://www.capes.gov.br/cooperacao-internacional/multinacional/programa-institucional-de-internacionalizacao-capes-print. Acesso em: 11 mar. 2019.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Sobre a avaliação. 2017. Disponível em: http://www.capes.gov.br/avaliacao/sobre-a-avaliação. Acesso em: 2 jan. 2017.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Relatório de Avaliação 2013-2016 Quadrienal 2017, Ciências Biológicas II. 2017a. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/documentos/Relatorios_quadrienal_2017/RELATORIO_QUADRIENAL_CBII.pdf. Acesso em: 21 set. 2017.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. 2016. Avaliação Quadrienal 2016. Documento de Área 2016, Ciências Biológicas II. Disponível em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4659-ciencias-biologicas-ii. Acesso em: 10 fev. 2017.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Diretoria de Avaliação. 2016a. Considerações sobre o Qualis Periódicos: Ciências Biológicas II-2016. 2016. Disponível em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4659-ciencias-biologicas-ii. Acesso em: 29 out. 2018.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Classificação da produção intelectual. Qualis. 2014. Disponível em: http://www.capes.gov.br/avaliacao/instrumentos-de-apoio/classificacao-da-producao-intelectual. Acesso em: 7 set. 2015.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. 2013. Relatório de Avaliação 2010-2012 Trienal 2013, Ciências Biológicas II. Disponível em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4659-ciencias-biologicas-ii. Acesso em: 07 jun. 2016.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. CAPES. Plano Nacional de Pós-graduação – PNPG 2011-2020. Brasília, DF: CAPES, 2010. v. 1.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. 2010a. Relatório de Avaliação 2007-2009 Trienal 2010, Ciências Biológicas II. Disponível em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4659-ciencias-biologicas-ii. Acesso em: 07 jun. 2016.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Plano Nacional de Pós-Graduação – PNPG 2005-2010. Brasília, DF: CAPES, 2004.

FREEMAN, L. C. Centrality in social networks: I. Conceptual clarification. Social Networks, v. 1, p. 215–239, 1978.

GARFIELD, E.; SHER, I.H. New factors in the evaluation of scientific literature through citation indexing. Reprinted in Essays of an Information Scientist, v. 6, n. 3, p. 492-498, jul. 1963.

GHENO, E. M. et al. Sistema de Avaliação da CAPES: indicadores e procedimentos de monitoramento e avaliação de desempenho. Em Questão, v. 25, v. 3, p. 184-213, 2019.

GLÄNZEL, W. Bibliometrics as a research field: a courseon theory and application of bibliometric indicators . [s.l]: Research Gate, 2003.

GLÄNZEL, W. National characteristics in international scientific co-autorship relations. Scientometrics, v. 51, v. 1, p. 69-115. 2001.

GLÄNZEL, W.; SCHUBERT, A. Double effort = Double impact? A critical view at international co-authorship in chemistry. Scientometrics, v. 50, n. 2, p. 199-214, fev. 2001.

GLÄNZEL, W.; LETA, J.; THIJS, B. Science in Brazil. Part 1: a macro-level comparative study. Scientometrics, v.67, p. 67-86, 2006.

HOSTINS, R. C. L. Os Planos Nacionais de Pós-graduação (PNPG) e suas repercussões na Pós-graduação brasileira. Perspectiva, v. 24, n. 1, p. 133-160, jan/jun. 2006.

IRIBARREN-MAESTRO, I.; LASCURIN-SÁNCHEZ, M. L.; SANZ-CASADO, E. Are multi-authorship and visibily related? Study of ten reserach at Carlos III University of Madrid. Scietometrics, v. 79, n. 1, p. 191-200. 2009.

LESCA, H.; ALMEIDA, F. C. Administração estratégica da informação. Revista de Administração, v. 29, n. 3, p. 66-75, jul./set. 1994.

LETA, J. Indicadores de desempenho, ciência brasileira e cobertura das bases informacionais. Revista USP, v. 89, p. 62-77, mar./maio. 2011.

PERSSON, O.; DANELL, R., SCHNEIDER, J. W. 2009. How to use Bibexcel for various types of bibliometric analysis. In: Celebrating scholarly communication studies: A Festschrift for Olle Persson at his 60th Birthday, ed. F. Åström, R. Danell, B. Larsen, J. Schneider, p 9–24. Leuven, Belgium: International Society for Scientometrics and Informetrics.

MARRARA, T. Internacionalização da Pós-Graduação: objetivos, formas e avaliação. RBPG, Brasília, v. 4, n. 8, p. 245-262, dez. 2007.

PACKER, A. L.; MENEGHINI, R. Visibilidade da produção científica. In: Poblacion, D. A.; Witter, G.P.; Silva, J. F. M. (Orgs.). Comunicação e produção científica: contexto, indicadores e avaliação. São Paulo: Angellara, 2006.

RICYT. Red Iberoamericana de Indicadores de Ciencia y Tecnología. Manual de Santiago. Santiago, Chile, 2007.

ROYAL SOCIETY. Knowledge, Networks and Nations: global scientific collaboration in the 21st century. London: The Royal Society, 2011.

SANTIN, D. M.; VANZ, S. A. S.; STUMPF, I. R. C. Produção científica em Ciências Biológicas da UFRGS: tendências temáticas no período 2000-2011. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 20, n. 3, p. 3-21. 2015a.

SANTIN, D. M.; VANZ, S. A. S.; STUMPF, I. R. C. Internacionalização da produção científica em Ciências Biológicas da UFRGS: 2000-2011. TransInformação, Campinas, v. 27, n. 3, p. 209-218, set./dez. 2015.

SANTIN, D. M. Internacionalização da produção científica em Ciências Biológicas da UFRGS: 2000-2011. 2013. 147 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Informação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

SEBASTIÁN, J. El papel de la cooperación en la internacionalización de la I+D. Ide@s CONCYTEG, v. 4, n. 53, nov. 2009.

SOLLA PRICE, D. J. Little Science, Big Science. New York: Columbia University Press, 1986.

SUÁREZ-BALSEIRO, C.; GARCÍA-ZORITA, C.; SANZ-CASADO, E. Multi-authorship and its impact on the visibility of research from Puerto Rico. Information Processing and Management, v. 45, p. 469-476. 2009.

UFRGS. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica. Regimento. 2016. Disponível em: https://www.ufrgs.br/ppgbioq/. Acesso em: Acesso em: 07 jun. 2018.

UFRGS. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica. Linhas de Pesquisa. 2019. Disponível em: https://www.ufrgs.br/ppgbioq/. Acesso em: Acesso em: 8 abr. 2019.

VANZ, S. A. S. et al. Scientific collaboration between Brazil and Spain: journals and citations. Encontros Bibli, v. 21, n. 47, p. 41-50, 2016.

VANZ, S. A. S.; STUMPF, I. R. C. Scientific output indicators and scientific collaboration network mapping in Brazil. Collnet Journal, v. 6, n. 2, 2012.

WAGNER, C.S.; LEYDESDORFF, L. Network structure, self-organization, and the grow of international collaboration in science. Research Policy, Amsterdam, v. 34, p. 1608-1618. 2005.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2019.e65382



Direitos autorais 2020 Ediane Maria Gheno, Samile Andréa de Souza Vanz, Leo Anderson Meira Martins, Lucimara Figueira Duarte, Diogo Onofre Souza, Luciana Calabró

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)