Projetos de desenvolvimento e de pesquisa na área de ensino de ciências e matemâtica: Uma reflexão sobre mestrados profissionais

Autores

  • Fernanda Ostermann UFRGS - Rio Grande do Sul
  • Flavia Rezende UFRJ - Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2009v26n1p66

Palavras-chave:

Ensino de Ciências e Matemática, mestrado profissional, pesquisa e desenvolvimento.

Resumo

Neste artigo discutimos os cursos de mestrado profissional em Ensino de Ciências e Matemática, modalidade de mestrado amplamente apoiada pela Capes nas mais diversas áreas. Tal política teve significativo impacto na área de Ensino de Ciências e Matemática, na qual, hoje, constatamos um maior número de cursos profissionais do que de mestrados acadêmicos. No entanto, reflexões sobre a natureza dos cursos de mestrado profissional em ensino e sobre o seu possível impacto na sociedade brasileira é uma questão ainda ausente da produção acadêmica das áreas de Educação e Educação em Ciências, restringindo-se, até agora, à Revista Brasileira da Pós-Graduação (publicada pela CAPES). Interessa-nos, neste trabalho, fomentar a discussão acerca da natureza das dissertações desenvolvidas nos cursos de mestrado profissional em ensino e sua relação com projetos de desenvolvimento e de pesquisa.

Biografia do Autor

Fernanda Ostermann, UFRGS - Rio Grande do Sul

Graduação em Licenciatura em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1987), Mestrado em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1991) e doutorado em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000).

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Flavia Rezende, UFRJ - Rio de Janeiro

Graduação em Licenciatura em Física pela UFRJ (1980), mestrado em Educação na UFRJ (1988) e o Doutorado em Educação pela PUC-RJ (1996).

 

Downloads

Publicado

2009-05-19

Edição

Seção

Artigos