Relatividade restrita no ensino médio: Contração de lorentz-fitzgerald e aparência visual de objetos relativísticos em livros didáticos de física

Fernanda Ostermann, Trieste dos Santos Freire Ricci

Resumo


Neste trabalho é discutida a abordagem que livros didáticos de Física,
para o ensino médio, têm adotado com relação à contração de Lorentz-
FitzGerald e à aparência visual de objetos relativísticos no contexto da
introdução de tópicos sobre Relatividade Restrita. A idéia é alertar
para o fato de que o assunto não tem merecido o devido cuidado,
fazendo com que os livros apresentem sérios erros conceituais, quando
confundem medir com observar ou quando omitem tal distinção,
provocando má interpretação pelo leitor.

Palavras-chave


Relatividade Restrita no Ensino Médio; contração de Lorentz-FitzGeral; análise de livros didáticos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >