Ampliando o olhar sobre saúde na Educação Física escolar: críticas e possibilidades no diálogo com o tema do meio-ambiente a partir da Saúde Coletiva

Autores

  • Cristiano Mezzaroba UFS

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2012v24n38p231

Palavras-chave:

Educação Física, Esporte, Lazer

Resumo

 

Este texto propõe uma reflexão em torno das questões da saúde na Educação Física escolar (EFE), ampliando o olhar para essa relação histórica e que merece, em nosso tempo presente, considerações mais aprofundadas aos professores de EF e que ultrapassem o plano unicausal, por exemplo, a ideia de que a atividade física gera saúde automaticamente. Aborda-se tal problemática a partir do referencial da “saúde coletiva”, numa tentativa de aproximação dos elementos da EF com as Ciências Sociais/Humanas, apresentando algumas implicações para a EFE, principalmente, a mudança de enfoque/paradigma, saindo do plano patogênico em direção às possibilidades com a salutogenia.

Biografia do Autor

Cristiano Mezzaroba, UFS

Mestre em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professor do Departamento de Educação Física (DEF), do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Federal de Sergipe. Pesquisador e Coordenador do LaboMídia/UFS. Contato: cristiano_mezzaroba@yahoo.com.br.

Downloads

Publicado

2012-09-13